Seguidores

Translate

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Presos que Menstruam.

texto de: José Maria Souza Costa.

Resultado de imagem para fotos de meninas escravas


Anéis de aço nos punhos, não são prelúdios de vida
E nem o sangue de feridas, esparramados pelo chão.
Entre o cravo e a rosa há de refulgir o punhal da lida
Defluído entre algemados espiar femininos de solidão.

Olhares assassinados que abortam cores horrores suadas.
Meninas que berram torturadas pela alma a envenenar-se
E a regurgitar o gozo em prazeres de infantos menstruadas
E a brigar com o tempo de justiça entre lágrimas espatifadas.

Cárceres de destino rijo, e fetos abandonados entre pernas
De meninas que se faz mulher, a oscular, a liberdade trágica
E hoje marginalizadas abandonadas sem acalantos fraternas.

Olhares espichados desfigurados traídos em trapaças da sorte.
As grades como divisa de vidas, a cinzelar infâncias pontuadas
Quase sempre em amarradas postas torturadas e amordaçadas.


** crédito de imagem  TVRecord

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Criança.

de: Gabriela Devaneios.

Tem criança nessa casa
Tem alegria
Tem fantasia
Tem historinhas
Tem encantos


Paredes pintadas
Brinquedos espalhados
Sapatos trocados
Desenhos colados
Amigos imaginários

Tem criança
Tem alegria
Tem música
Tem cantoria
Tem teatro
Tem ação
E muita imaginação

Tem risadas
E gargalhadas
Tem energia
Que contagia
Tem alegria
Todos os dias.
.......................
Gabriela Devaneios, é autora do blog http://gabrieladevaneios.blogspot.com
Um espaço agradável. Se possível,visitem, enamorem-se e sigam por lá.
Abraços, deste escrevinhador.