Seguidores

Translate

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Pegadas Desalinhadas.

texto de: José Maria Souza Costa.




O Pai, acorrentou o filho pela perna, junto à uma cadeira, para que, este, não envolvesse-se, com delinquentes. Os vizinhos, o denunciou à Polícia. Esta veio, e frente à todos, algemou-o, colocando-o, em um camburão. Todos aplaudiram, o menino estava livre. E o Pai, acusado de crime de tortura.
Meses depois. O menino, capturado com outros delinquentes, foi jogado ao chão, de bruços, e algemado pela Polícia, foi conduzido ao Distrito Policial. Os vizinhos todos, aplaudiram a ação da Polícia.

66 comentários:

Alexandra disse...

Apropria-se esta música ao texto


https://www.youtube.com/watch?v=dCsZNalcaXM

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Olá José Maria,no mundo em que estamos vivendo é isso o que assistimos em noticiários televisivos,o pai acorrenta o filho,para que não cometa mais crimes e depois sofre pena por agressão ao menor,de repente esse filho,comete mais crimes é pego junto à outros delinquentes ficando à mercê das mãos de policiais e os mesmos que denunciaram o pai agora aplaudem a prisão do menor.
A minha opinião é a seguinte:
Nenhum pai tem o direito de acorrentar um filho por pior que seja seu mau caráter e sim deveria dar-lhe ensinamentos,para que fosse uma pessoa de bons princípios,mas se essa árvore não foi bem cultivada,agora estaria colhendo o fruto inadequado;por outro lado,há uma incoerência aos que agora aplaudem os policiais.
Eu não sou contra a apreensão de menores delinquentes,e devem pagar pelos crimes,mas será que esses menores são totalmente culpados por desvirtuarem-se para esse lado,talvez não seja pela falta de amor e respeito dentro do ambiente familiar?E isso acontece não somente com menores menos favorecidos ao poder aquisitivo,mas também com àqueles que nasceram em berços de ouro.
Abraços amigo e um ótimo final de semana.
Carmen Lúcia.

Alexandra Abarca disse...

Abrazos desde Costa Rica!

Pakiba disse...

Paso a saludarte y desearte muy buen veraano.

Un abrazo

Dorli disse...

Oi José Maria,

É a incompetência das autoridades: Pergunto: eu apanhei muito quando criança e trilhei o caminho do bem e se me deixassem fazer o que quisesse...
Quanto a sua pergunta: se quer minha opinião eu prefiro só o caminho da ida...não queria voltar à Terra nunca.
Viver na podridão viva? Nem pensar.
Beijos
Lua Sinular

Mariangela disse...

Oi José Maria, é triste ver um pai perder a cabeça por querer salvar seu próprio filho.
Mesmo que o tenha educado, dado bons exemplos. Não podemos esquecer que há filhos de má índoles, seguindo más companias, fazendo pais e professores seus próprios reféns!
Eles são frutos deste mundo consumista.
Abraços!
Mariangela

Maria Luisa Adães disse...

Vamos lá entender esta absurda moral
Pela Lei, o pai não pode acorrentar o filho.
Depois, essa mesma lei o encontra mais tarde e o acorrenta!

Estamos a assistir em Portugal a coisas muito más e estranhas feitas pelos pais, mas com intenção de matar o filho!

Há dois dias, um pai com um filho de 4 meses, o meteu numa banheira de água a ferver e o matou! Quatro meses, tinha o bebé...se descobriu na autopsia que a criança tinha vinho no estomago e se deduz que chorava e como o vinho não resultou, o meteu na água a ferver!Que diz deste monstro?

Por isso, eu não posso dar uma opinião, acerca do caso que nos conta!

O mundo enlouqueceu, só isso eu sei dizer!Lamento ter de escrever uma situação tenebrosa como esta, para lhe dizer a razão, porque não posso comentar!

Beijos e obrigada por ter estado nos "7degraus"

Maria luísa

ReltiH disse...

UFFFFFF, TREMENDO MENSAJE!!!!
UN ABRAZO

Darío disse...

Nuestras sociedades aprueban la mano dura contra los niños, y eso es una desgracia humana. Un abrazo.

PERSEVERÂNÇA disse...

Feliz quinta-feira!
Querido José, em algumas regiões os adultos devido a educação que receberam de seus pais ou avós, infelizmente devido esses tempos atuais, tendem a querer disciplinar de uma forma mais brusca.
De toda forma a policia poderia em ambos os casos principalmente na primeira parte, ter abrandado o Pai e conduzido o filho ao método educacional .
Enfim como tudo nada é perfeito...
Deixo aqui meu fraterno abraço
Nicinha

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu amigo

Quem tem a responsabilidade de educar, nunca sabe se está a proceder bem, mas esse pai apenas não queria que acontecesse ao filho o que veio a acontecer.
Um texto para reflectir.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Zilani Célia disse...

OI JOSÉ MARIA!
INCOERÊNCIAS, DAS PESSOAS, POIS, POR AMOR, MUITOS PAIS TOMAM ESTA ATITUDE, SABEDORES DO FINAL DE SEUS FILHOS QUANDO ESCRAVOS DA DROGA.
MUITO BOM TEU TEXTO.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Tão estranho este mundo que se destrói e se desumaniza.
É uma dor muito grande os políticos querem alterar os padrões da nossa sociedade e alterarem sem motivos as leis familiares.
Sou contra toda a violência física, mas por corrigir um filho não se comete nenhum crime.
O Estado não vem trazer o pão nem a paz dentro da família.

Crocheteando...momentos! disse...

Verdade que dói mas que é bem verdadeira....

✿ chica disse...

Triste realidade de tantos!" abraços,chica

Marina-Emer disse...

hola buenos dias...ha sido un placer recibirte en mi casa y venir a visitarte a la tuya..
Estoy en un pueblo y no hay casi cobertura asi que te dejo un gran abrazo
Marina

as-nunes disse...


Os julgamentos populares dão nisto.

Tanto somos os maiores como logo a seguir somos uns malandros.

Abraço

Marilene Domingues disse...

Bom dia José Maria, cá estou para agradecer, retribuir e conhecer seu recanto das letras.
Pimenta no olho do outro é refresco, fácil é julgar, condenar um pai por suas atitudes, que só mostram o carinho(apesar de) que ele tinha pelo filho...Aplaudiram pelo menino esta "livre", condenado a se envolver e ter o fim que teve. Agora ambos presos, sem que nenhum possa fazer nada pelo outro.Muitas vezes os pais fazem de tudo, para que o filho não se enverede pelo mal caminho, mas nem só a educação dentro do lar, dependendo da criança, ou adolescente resolve. Há muitas questões envolvendo as crianças com as drogas e os marginais.
Belo questionamento o seu, para se refletir e muito.
Abraços com carinho e tenha um lindo final de semana.
Marilene

Pedro Coimbra disse...

E cá estou eu a retribuir a visita e a seguir o seu blogue também.
Um abraço desde Macau

Isy disse...

Bem isso só mostra que o povo quer ver é casas a arder e que só está bem com a desgraça dos outros.

Bjxxx

Letícia Costa Tomsik disse...

Devemos sempre saber do contexto de cada ação antes de julga-las!
Beijo
Letícia
www.leticiapsicologa.blogspot.com.br

Laura Santos disse...

Acorrentar um filho é sempre um acto ignóbil, para isso já temos a polícia, embora entenda a dualidade de sentido da questão.
Grande e complicada questão, Zé!
xx

Célia Rangel disse...

Uma abordagem que demonstra bem a omissão dos pais, do estado na educação desde o berço, para que cenas assim não aconteçam. Há uma desestrutura geral, em que a criança gerada de uma relação sexual descompromissada, se torna lixo social! Infelizmente...
Abraço.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Muito boa esta crítica, José Maria. Gostei muito.
Bom domingo.
Abraço,
Renata

Rosemildo Sales Furtado disse...

Com a palavra o Estatuto da Criança e do Adolescente. Não sou contra, mas, que o mesmo precisa de mudanças, precisa.

Abraços e um ótimo final de semana para ti e para os teus.

Furtado.

EU disse...

Sinais dos tempo, amigo, infelizmente :(
(Retomando aos poucos...)
Parabéns pela tua escrita. Aprecio!!!
Bjo, José Maria

Sandra Cristina de Carvalho disse...

Oi José Maria, tenho compaixão pelo pai que, por ignorância, e por não mais encontrar soluções para tanto sofrimento, toma uma atitude tão drástica. É, na maioria, pais muito pobres, que não tiveram o direito à educação, pessoas desinformadas, mas cheias de amor pelo filho. Se não fosse assim, deixariam que os seus filhos partissem tornando-os assim, isentos de qualquer responsabilidade. Já casos assim, na mídia, e percebo nesses pais, aflição, desespero, tristeza. Mas nunca os julguei dizendo que neles não há amor. Quem somos nós pra julgar um pai humilde, na maioria, sem instrução e totalmente desesperado pelo filho delinquente?
Seu texto é a mais pura realidade.
Obrigada, amigo pela visita ao meu blog. Tenha um ótimo domingo, com as bênçãos de Deus.

Luma Rosa disse...

Oi, José Maria!
Gostei do miniconto. Poucas palavras e grande reflexão. Um mesmo sujeito, a mesma ação em situação diferente... crime ou não?
Beijus,

mari paz disse...

Hola gracias por tu visita y comentario.

Tamago disse...

Very sad story. The poor boy was not taught what was right and what was wrong.

Lorena Lima disse...

Boa tarde! Interessante esta pequena crônica, pois revela a atitude equivocada e distorcida sobre educação de determinados pais e por outro lado, há quem diga que a sociedade é hipócrita por neste caso tratar-se de uma "mesma ação" e só mudar os personagens. Enfim, há várias correntes aí, nesse exemplo, porém, o que diferencia nessa situação é o pai não possuir outorga de poderes para aprisionar seu filho, que tão logo caracteriza crime de tortura. Devendo o mesmo ter chamar a autoridade policial para fazer por ele. Teria evitado essa bola de neve. Por isso às palmas da sociedade.

Um ótimo domingo,
Lorena Lima

Deyvid Peres disse...

Acontece muito, infelizmente.

http://narrativaslembradas.blogspot.com.br/

Toninho disse...

Uma bela critica ás proteções que desprotegem.
Muito bom amigo

Rita Flôres disse...

Impressionante as voltas que a vida dá e a impossibilidade de fazer o que é certo imposta pela própria sociedade!

© Piedade Araújo Sol disse...

ficção?!

penso que não.

lições que a vida nos dá.

:(

Ghost e Bindi disse...

As leis limitam os poderes dos pais em relação aos filhos, mas não assumem a educação destes, nem tão pouco as responsabilidades, muitas vezes até induzem o jovem ao marginalismo, então os culpados serão os próprios pais. Punidos por quem deveria assegurar a educação, é fácil canetear, difícil é educar.

Ghost e Bindi

Beatriz Bragança disse...

Amigo José
Tenho a impressão de que,as multidões são perigosas! Não raciocinam!
Se um barafustasse,todos o seguiriam,como aplaudiu,todos fizeram o mesmo!É a chamada psicologia das multidões.
Ou talvez não fossem os mesmos a assistir...
Um pai quer proteger um filho,a polícia intromete-se e tudo acaba... ainda pior!!!...
Este é o mundo em que vivemos.
Parabéns pelo seu texto,que faz reflectir,sendo ele próprio o reflexo da actual realidade.
Um abraço
Beatriz

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, a contradição faz parte da vida, seu exemplo é perfeito.
AG
http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

Silenciosamente ouvindo... disse...

Estamos a viver uma era de muita
violência. Não sabemos como
terminará, se é que vai terminar.
Beijinhos
Irene Alves

São disse...

Estupendo texto, onde se mostra volubilidade do ser humano, especialmente em multidão...

Abraço grande :)

Menina do Rio disse...

Pois é... Complexo. Mas creio que tudo se resume na maneira como se educa. Eu sofri de agressão física pra aprender, mas não precisei agredir pra ensinar.
Bom te conhecer. Vamos seguindo-nos :)

Lucimar da Silva Moreira disse...

Infelizmente é uma verdade no nosso dia a dia, violência gera violência, José Maria abraços.

Lilly Silva disse...

Nossa!!! É bem assim que acontece mesmo, infelizmente José Maria!!!
Beijos e beijos e bom dia!!!

http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

Jussara Silva disse...

Bom dia Jose Maria.
Infelizmente é uma triste realidade, mas penso que a seu modo o pai estava tentando evitar o que aconteceu.
Tenha um ótimo dia! Um abraço.

Jussara Silva disse...

Bom dia Jose Maria.
Infelizmente é uma triste realidade, mas penso que a seu modo o pai estava tentando evitar o que aconteceu.
Tenha um ótimo dia! Um abraço.

Vanderleia disse...

Nossa sociedade vem com valores invertidos á tempos.
Infelizmente é isso que temos visto.

Renata disse...

Olá. Essa postagem nos faz refletirmos. Pois os pais sempre querem proteger os seus filhos.

Michele R. disse...

Oi, essa postagem certamente nos faz refletir, e gera opiniões diversas, eu acredito que violência gera violência e que educação e bons exemplos são o que realmente constroem o caráter de uma pessoa. Muito boa sua postagem!

www.gotinhasdeesperanca.com

Paula Juliana - Overdose Literária disse...

Nossa! Textinho pequeno mais mega forte! Bem reflexivo, as vezes achamos uma coisa que não, no caso, a ação do pai foi mesmo violência? Se fosse olhado o contexto não poderia ter evitado uma tragédia maior?
Beijos
http://overdoselite.blogspot.com.br/

mazé disse...

Boa tarde!um bom texto para refletir,nunca podemos julgar.parabéns pelo blog,te seguindo...fica c/Deus um abraço!!http://wwwmazeblogspotcom.blogspot.com.br/

Adriana LARA disse...

esta é uma das muitas realidades tristes e infelizes que vivemos no Brasil.... um país que está deixando muito a desejar e que faz com que eu sinta vergonha de me dizer brasileira
bjs

Ariane Baldassin disse...

Uma vez assisti um documentário no canal fechado, onde o menino chamou a policia porque a mãe havia batido nele com a cinta. O policial que atendeu a ocorrencia, pediu para o menino buscar a prova do crime e no final acabou dando-lhes cintadas para que ele não nunca mais fosse desobediente com as mães, além de nunca mais andar em má companhia.

http://www.arianebaldassin.com/

Minda Silva disse...

Quando as pessoas realmente tem de interferir como por exemplo na política pobre e podre ninguém faz nada e muitos aplaudem de pé os ladrões, com desculpas mil ...
Quando um pai está a educar um filho, as pessoas se metem por acreditar que isso ou aquilo não pode ser feito, mas quando o filho comete um delito são os primeiros a dizerem que não teve uma boa educação ...

Acredito que cadeia deve ser para bandidos e espancadores e pedófilos, mas quem sou eu pra ir contra a sapiência de um povo?

Ótimo texto amigo!

Abraços!

Meus rabiscos disse...

Boa noite!
Obrigada por ter ido ao meu espaço e deixado seu carinho e quanto a seu texto,infelizmente é o acontece hoje em dia.Tudo por causa desta maldita lei que inventaram que os pais ñ podem bater,os pais ñ podem isso nem aquilo,mas sinceramente,eu tiro meu neto de 20 anos de onde ele estiver se ele estiver fazendo algo que ñ concordo que seja errado. Quando ele tinha 14 anos,ele estava na praça e a irmã dele veio me avisar,mandei ele entrar ele demorou,fui atrás e disse entra agora,na hora um camburão esta passando abriu a porta ficou olhando pra mim,eu perguntei a eles,o senhor ñ acha que é melhor eu bater do que vcs? E continuei coloquei ele pra dentro e hoje me sinto realizada.Muito bom o texto,agente comenta,e ñ dá vontade de parar mais....
Bjsss

Ale Mi interessa disse...

Tem dias que a gente nem sabe o que pensar deste mundo!
Mi interessa

Tábata Rodrigues disse...

Lindo o texto adorei beijos
Hoje o post é bem diferente do que estamos acostumadas, e eu estou amando, pois esse destino com certeza já está na minha wishlist de viagens. A Roteiro de Turismo traz para nós hoje dicas de Gastronomia e Hospedagem em Campos do Jordão. Bora conferir?
http://www.blzinteligente.com/2015/06/dicas-de-gastronomia-e-hospedagem-em.html

Espaço Sempre Bella disse...

Gostei do texto... Essa é a nossa realidade.

Nessa Luzardo
www.espacosemprebella.blogspot.com
@blogespacosemprebella

Klyslene Cardoso disse...

Infelizmente, essa é a triste realidade! Parabéns pela crítica!

Isa Lopes disse...

Gostei do texto... infelizmente isso é a realidade do mundo de hoje.
Beijos!
islary34.blogspot.com

Leila Nassif disse...

Mas vale uma atitude desesperada de um pai do que ver seu filho sofrer mais tarde.
Triste a nossa realidade

Bjs
inspiracaomaterna.com

Karla Edyanne disse...

Como sempre ouvi meus pais dizendo, prefiro que chore hoje do que chorar amanhã lá no mundo... Amei o post

Bjusss

Karla Edyanne
______________________________
| * Blog: http://adf.ly/1Jug2L * |
| * Canal: http://adf.ly/1JuhyX * |
| * Fanpage: http://adf.ly/1JuhIJ * |
| * Instagram: http://adf.ly/1JuhQt * |
|_____________________________|

Talyta Leite Ferreira disse...

Gente que triste
http://crazyandkawaiidesu.blogspot.com

Gih Oliveira disse...

Realmente, nos dias de hoje os valores estão mito invertidos.
Cada uma deveria se preocupar mais em cuidar da própria vida.

http://www.charmeeglamour.com/

Luh Barros disse...

Que realidade mais triste essa, dessas pessoas que aplaudiram não sabiam dos motivos desse pai.
Bj
Luh

Aline Motta disse...

Nossa, amei a mensagem!!
As pessoas deveriam ler isso, o mundo está me assustando hoje em dia!!

Boa semana!!


http://maeparatodavida.blogspot.com.br/

Qing Cai disse...

north face jackets, http://www.thenorthfaces.in.net/
mulberry outlet, http://mulberryoutlet.outlet-store.co.uk/
herve leger, http://www.herveleger.us.com/
the north face uk, http://www.thenorthfaces.org.uk/
michael kors handbags, http://www.michaelkorshandbag.co.uk/
michael kors outlet, http://www.michaelkorsoutletcanada.in.net/
rolex watches, http://www.rolexwatches.in.net/
air jordan 11, http://www.airjordan11.net/
air jordan 4, http://www.airjordan4.org/
ugg boots, http://www.uggbootscheap.eu.com/
louis vuitton, http://www.borselouisvuittonoutlet.it/
vans shoes, http://www.vans-shoes.cc/
wedding dresses, http://www.weddingdressesoutlet.co.uk/
timberland boots, http://www.timberlandboots.name/
ugg boots, http://www.uggboot.com.co/
oakley sunglasses wholesale, http://www.oakleysunglasses-wholesale.us.com/
asics, http://www.asicsisrael.com/
ray ban sunglasses, http://www.ray-bansunglasses.eu.com/
pandora jewelry, http://www.pandora.eu.com/
replica handbags, http://www.replicahandbag.us.com/
air jordan shoes, http://www.airjordanshoes.us.org/
fitflop, http://www.fitflop.in.net/
louis vuitton outlet, http://www.louisvuittonus.us.com/
hermes birkin, http://www.hermesbirkin.org/
stuart weitzman boots, http://www.stuartweitzmanoutlet.us/
cai2015105