Seguidores

Translate

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Outonos.

texto de: José Maria Souza Costa.



 Emprestei-te, um naco de dor
                                                  e derramada,

                                                               mancharam os teus lençóis.

33 comentários:

aLdE disse...

Wow, me encanto!!!

Tito disse...

Com poucas palavras, disse tudo!
Bonito...

Portal Teia ( Alfredo) disse...

Assim como um bom vinho, as palavras também devem ser degustadas em poucas quantidades, essas fazem um bem maior que se embriagar em palavras sem sentimentos!

Rita Sperchi disse...

Curto e profundo

Bjuss com meu carinho de sempre

└──●► *Rita!!

Bia Hain disse...

Interessante visão, embora que a dor, prefiro guardá-la comigo. Um abraço!

Rafael Belo disse...

menos é mais e prondundidade está em todo pedaço. clapclapclap

Lívia Apetitto disse...

Que dor se de amor,
dado foi pedaço
que assim manchou...


Excelente!

Livinha

Luiz Cidreira disse...

O saber expressar-te vem de berço? Pois és fundamentalmente sábio!
Abraço

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Não quero emprestar a minha dor a ninguém e ainda menos que deixem essas marcas

Dorli disse...

Oi José Maria.

Não dou e nem empresto dor, doo amor.
Não é só hoje que sou feminista, sempre fui assim. No meu blog abaixo tem muitas coisas nesse tipo e muitas postagens sumiram, só que tenho cópia de tudo que escrevo.kkk
Obrigada pelo carinho
Lua Singular

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Olá José Maria!
Sentir dor quando necessária,e que não seja em momentos alegres que um ser pode ter.
Obrigada por mencionar meu nome em seu blog e que a nobreza seja feita através de atitudes,mesmo quando sonhamos com os perfumes de outono.
Feliz dia do escritor e um ótimo final de semana.
Carmen Lúcia.

Darío disse...

Precioso

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Obrigada José Maria pela visita e palavras delicadas deixadas sobre a minha pessoa em meu blog e como o seu,ele sempre estará aberto aos amigos que por ali passam.
Um ótimo final de semana à você também.
Abraços.
Carmen Lúcia.

ReltiH disse...

EXCELENTÍSIMO!!!!!
UN ABRAZO

Mariangela disse...

Muito bom...mas essa eu carrego comigo.
Um Abraço!
Mariangela

Jussara Neves Rezende disse...

Gosto muito quando se consegue com poucas palavras se dizer muito.
Obrigada por seguir o minasdemim. Por aqui tb estou.
Abraço!

lis disse...

Que seja dor de amor porque essa passa rápido,
abraço

Gracita Fraga disse...

Boa noite José Maria
Quanta sensualidade e beleza em pouquíssimas letras. De forma exuberante e sedutora assim nos conquista o autor. Parabéns!

Hoje venho te abraçar e te parabenizar

Parabenizo você
Escritor que usa a imaginação
e tece versos com perfeição
você prosador que tece uma bela ficção
e expõe teus sentimentos e anseios
numa exuberante composição literária

Parabéns pelo seu dia!
Que a inspiração seja abundante
para você extrair da alma
os sentimentos que usa
para compor com maestria e lirismo
a sua glamourosa escrita poética

Parabéns ESCRITOR!

Crista disse...

Como já escrevi no teu facebook,ela era virgem!!!
Beijão,Zozezinho do meu colação...

wcastanheira disse...

Bela ideia, lindo momento, impressionante ilustrração, um baita abraço pra ti guri, tchê...

Nal Pontes disse...

Poster interessante, Parabéns. Um abraço

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Quem disse que tamanho não é documento? Muito bom.
Abraços e bom fim de semana,
Renata

Teresa disse...

Gracias. Besitos.

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá José Maria! A recíproca é bastante verdadeira.

Abraços.

Furtado.

Vera Lúcia disse...

Olá José Maria,

Expressar-se poeticamente com poucas palavras é uma arte. Parabéns!

Grata pelo apoio.

Abraço.

Boris Estebitan disse...

Resumido, corto y profundo, saludos :)

Marisa Giglio disse...

Bonito . Muito bonito . Beijos .

Dilmar Gomes disse...

Amigo José, passando por aqui para agradecer tua visita ao meu modesto espaço. Tenhas uma ótima semana.

Eduardo Maria Nunes disse...

No Outono caem no chão,
folhas secas das árvores
outras com o vento voarão
quem parte deixa saudades!

Um abraço.

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde,
Curto mas objectivo, está perfeito.
Abraço
AG
http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

Sandra Cristina de Carvalho disse...

Nossa, José Maria, descreveu um ato poeticamente perfeito. E de muita sensibilidade. Captei essa dor como uma simbologia para o ato de amar.
Lindas e sábias palavras. Um ótimo domingo e obrigada pela visita ao meu blog.

Beatriz Bragança disse...

Amigo José
Que maneira mais subtil de definir uma situação tão íntima!
Parabéns.
Um beijinho
Beatriz

Meiqing Xu disse...

true religion jeans
canada goose
louis vuitton outlet
ralph lauren
dolce and gabbana outlet
michael kors outlet
nike roshe
the north face outlet
christian louboutin shoes
ghd straighteners
20170122caiyan