Seguidores

Translate

domingo, 1 de dezembro de 2013

O rio vai, ou fica.



Texto de: José Maria Souza Costa.




A maré passa, e leva consigo o amor das margens.
O rio engorda, e fica na contemplação da cidade.
A natureza exibe-se exorbitante em belas paisagens,
Enfeitada pendurada em um quadro de cumplicidade.

O rio, desliza na direção do mar, mas nunca sai do lugar,
Enfeita-se com peixes, moluscos e tantas redes a tarrafiar.
Banzeiros, marema, pororocas, nomes regurgitados a intimidar
Pescadores apaixonados, entre remos e canoas de pescar.

Passa o rio, passa as águas, sob um sol de cabotagem.
Aningais em orla a desenhar proteção de mananciais,
Como se fossem jangadas, em noites de vã miragem.

Sinceramente, não sei se o rio vai, ou se fica, nesse vai e vem de amigo.
As águas correm apressadas, como quem busca em um tempo perdido,
A magia de um vento, à beira rio, que não sei, se vai, ou se fica comigo.


27 comentários:

Carla Fernanda disse...

Bem versado!!
Bonito!!!
Passageira não é só a vida e o rio, mas... nós, e nossos desejos é que ficam querendo um lugar, um par...

Beijos!

Crocheteando...momentos! disse...

Um belo poema onde passageiro é tudo nesta VIDA!!!Bom domingo!

Dorli disse...

Oi José Maria
Linda poesia, pois tudo que é natureza é belo.Obrigada
Bom domingo
Beijos
Lua Singular

Gracita disse...

Olá José Maria
O tempo faz com o rio seja mais ou menos caudaloso e nessa plenitude da espera que advém das nuances da natureza observamos com encantamento a sua beleza indo em direção ao mar levando consigo os passageiros que com ele desejarem viajar.
Um excelente final de domingo
Abraços

Daniel Costa disse...

José Maria

Majestoso poema, como é o movimento da faina do rio e o seu cais.
Abraços de consideração e amizade

Laura Santos disse...

Lindo de morrer, Zé! O rio vai e também fica.
xx

Por Amor disse...

JOSÉ MARIA !!! VOCÊ É ESPLÊNDIDO AS VEZES FICO A PENSAR DE ONDE TIRAS TANTA SENSIBILIDADE A NOS PREMIAR !!! UM GRANDE E AFETUOSO ABRAÇO !!!HÁ !!!NÃO IMPORTA SE O RIO VAI E OU FICA !!! O IMPORTANTE É QUE VOCÊ FICOU !!! CONOSCO !!! Pedro Pugliese

Marian disse...

Muy lindo Jose María...una buena contemplación de las maravillas de Dios tu poema.¡Gracias!¡Feliz semana!
Dios te bendiga.

Bia Hain disse...

Lindo... e nesse rio o navegar precisa ser manso, para que as águas não turvem. Um abraço!

Nádia Santos disse...

Oi José, que bela inspiração, maravilhoso teu soneto. Bjus

Anônimo disse...

O rio passa e repassa. Vai e vem. À montante e à jusante, embalado pelas marés. Salvem os nossos rios, para que continuem seguindo rumo ao mar. Bela poesia, Zé!
Abraços,
Adenildo Bezerra

Jossep disse...

Precioso paraíso besos

Ives disse...

Que rio suave, divino, que doa tanta inspiração ao nobre cavalheiro! Abraços, e boa semana!

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

O rio passa...as águas seguem o seu caminho ; assim é a vida; ela segue o seu rumo...sem esperar por quem quer que seja; o melhor é acompanhá-la com cuidado não deixando passar em branco nenhuma página do livro da vida; arriscámo-nos a ficar para trás!!! Beijinhos e parabéns! Uma boa semana, amigo!
Emíliaa

Dilmar Gomes disse...

Belo soneto, amigo José! Tenhas uma ótima semana.

Silenciosamente ouvindo... disse...

O amigo escreve muito boa poesia.
É sempre muito gostoso vir aqui
e ler a poesia que insere.
Bj.
Irene Alves

Pakiba disse...

Linda poesia sobre la naturaleza que la tenemos que cuidar.

Ambra disse...

Ma che bella l'immagine con le barche! Ciao José Maria. Un abbraccio e a presto.

Beatriz Bragança disse...

Amigo José
Este é um dos mais belos poemas que já li!
Acho que o rio vai.Nada fica parado.
A vida é constante movimento.
As suas metáforas,a sua descrição das margens,tudo é tão belo,tão conseguido!!!
Os meus mais sinceros parabéns.
Uma excelente semana.
Um abraço
Beatriz

Sor.Cecilia Codina Masachs disse...

Buenas tardes José María, gracias por tus letras que nos hacen pasear por la hermosura de la CREACIÓN.
Te deseo un feliz Adviento.
Sor.Cecilia

Luiz Cidreira disse...

Olá amigo José, estamos voltando a normalidade após uns dias de trabalho duro fora.
Acho que o Rio corre e corre muito veloz para não ser degradado por nós, e assim ter mais um pouco de vida sudável lá na frente.
Abraço

Carlos Hamilton disse...

Excelente texto onde diz que tudo passa, tudo passará.... Abraços

Jovem Jornalista disse...

Algumas partes do poema me remeteram as ondas e seu ir e vir!

jj-jovemjornalista.com

Mary disse...

Assim com a vida, o rio segue seu rumo, mesmo que lentamente em correnteza suave e quase impercebível, até o dia que alguém se der conta que nada volta atrás.

Linda inspiração!

Bjos José Maria!

Lucie GLAM disse...

Hello dear,
nice blog and great post! If you want, we can follow each other. Let me know, follow me and I will follow you back! :)

My blog is here http://lucieglam.blogspot.cz/

Jailson Mendes disse...

Olá amigo,

Ótimo poema,como sempre...

Forte abraço


Jailsom

Trapinhartes disse...

Lindas palavras!

Convido-o a visitar o meu cantinho:
www.trapinhartes.blogspot.com