Seguidores

Translate

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Flores Que Não Valsam.


Poema de: José Maria Souza Costa.



Enquanto o olhar distante, embriaga-se entre salões, luzes, faxes e alegria.
Afeganistão, África, Síria, desova e chora, corpos infantis, em rasas covas.
Gás, chumbo, suor, sangue, lágrimas, mistura-se, em solo d'eterna letargia,
Enquanto ergue-se em troféus, vidas decepadas e agonizadas como provas.

Choram irmãs, e , mães desconsoladas, sabem que não beijarão  as flores
Que foram dilaceradas  inocentes, e, soterradas com as  veemente dores.
Clamam ao mundo fustigadas às duras penas, berrando vozes por  tambores
Que não desperta no Ocidente, o limiar de um novo tempo : cores de amores.

Infâncias sequestradas de meninos pobres, por um ente refinado e cabisbaixo
Fertilizado pelo ódio, e regido pelo regime mordaz de um corondó sem patente,
Que rabisca, na partitura do destino de cada um, os ressentimentos eminente.

Verde oliva, azul, branco, lilás, não importa a fantasia ou a cor dos aquartelados.
Afeganistão, África, Síria, outros tantos Mediterrânicos de hipocrisias e alegrias
Engravidam, solenes acordos esquartejados, erguidos entre corpos esfarrapados.

********************************************************************************************

35 comentários:

Ivone disse...

Bom dia meu amigo José Maria, acho que hoje é um dia em que eu estou a chorar por ler poesias lindas, mas tristes, embora necessárias para nos alertar!
Esse seu soneto está repleto de sentimentos, os que deveriam fazer pessoas pensarem antes de fazerem o que fazem, lamento tanto quanto você que teve até essa linda inspiração, seus sentimentos são meus, também fico muito triste com tudo isso, esperemos meu amigo poeta que, ao retaliarem, não cometam mais erros ainda!
Pois são sim as crianças as maiores vítimas!
Abraços e tenhas uma linda semana!

Ely disse...

Suas palavras tocaram profundamente sei, querida. Fazer mover. Apenas um abraço para agradecer por essas emoções melancólicas. Um grande beijo!

Rafael Belo disse...

"esfarrapadas almas, ensanguentadas de inveja e ambição, com as palmas imundas, vivem como e coma, só causam dor (RB)." muito bom e profundo meu nobre amigo, angustiantes versos verdadeiros. ótima semana pra ti querido amigo. abraços.

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Olá amigo José Maria!
As flores já não dançam mais,sentem-se tristes e secas por tanta crueldade ao verem irmãos lutando contra irmãos.
Fica uma dor sangrando nossos corações,vendo que as crianças são as maiores vítimas.

bjs amigo e parabéns pelo poema de tanta reflexão.
Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

Lu Cidreira disse...

Muito real e oportuno amigo José Maria!
Estamos diante um uma destruição em massa e você soube muito bem poetizar texturando com magnífica perfeição, o troféu que te dedico por agora é: APLAUSOS.
Abraço

Laura Santos disse...

Um poema dilacerante de dor, porque dilacerantes e dolorosas são todas as guerras.
O seu poema exprime muito bem, sem rodeios ou malabarismos vulgares a estética de todas as malditas guerras.
Bem haja Zé por escrever tão bem!
xx

Cidália Ferreira disse...

Boa tarde
Gostei muito de ler. Parabéns

Abraços

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Nádia Santos disse...

Muitas vezes me pergunto porque tanto sofrimento nesses países, porque tantos inocentes morrem diariamente por causas absurdas. Daí me vem a certeza, que a terra é um lugar de provações. Sempre me pergunto também porque os países ditos ricos, nunca ajudam a amenizar as dores dessas pobres almas investindo um pouco do que tem lá? Hoje tenho a certeza também, que eles, os poderoso, não estão nem ai para essas criaturas, que se divertem com a dor e a miséria dessas pessoas. Teus versos toca, lá na alma. Um carinhoso abraço

Pakiba disse...

Me ha costado entenderlo pero que creo que es muy oportuno por las situaciones que estamos pasando.

Un fuerte abrazo.

Erato disse...

Magnifico poema.Cuan gris y cruda es la realidad que nos rodea.Un abrazo

Luis Magno disse...

Desta vez uma mensagem social no ritmo das letras. As flores que não valsam, agora sei quem são! Obrigado!

Célia Rangel disse...

Uma mensagem em seu poema que emoldura todo o aspecto social do mundo em que estamos inseridos. Mundo das desigualdades, do orgulho, do preconceito, do egoísmo revelados em corpos esfarrapados pela indigência social. Parabéns pelo poema manifesto!
Abraço, Célia.

mel disse...

Sabem que não beijaram as flores...
Muito linda as palavras e a poesía cheia de realidade,verdade e sentimento.
Alma petica que chora. Beijinhos desde a Galiza.

mel disse...

Alma poetica

Darío disse...

Ayer leí... quién puede festejar una "victoria" con tantos cadáveres alrededor? Un abrazo.

Felisberto Junior disse...

Olá!Boa tarde
JoséMaria
...para nós, simples mortais, não quer dizer conivência - mas impotência.Envolto pelas lágrimas,
Refletes em mil pedaços,
Cada qual com o seu brilho,
A sua cor…Redução de grau da humanidade. E assim seguiremos, matando crianças árabes, hindus, indígenas, haitianas, etc., tudo pelo supremo valor do capitalismo: lucro, e assim, vivemos sob permanente ameaça de decisões que lamentavelmente recebem como resposta o silêncio conivente do Poder financeiro e político Mundial.
...sim, não recebi, mesmo, nenhum email. Mas, temos todo o tempo do mundo para divulgar,se puder, mande de novo.Obrigado
Pela visita
Belo dia
Abraços

Silvina Soave disse...

Preciosas las palabras y bella imagen!
Un abrazo grande.

Eloah disse...

José que lindo poema! A tristeza da realidade faz as palavras chorarem e o coração entristecer.Escrevestes lindamente, com emoção os erros arraigados no coração de povos que batalham uma luta inglória.
parabéns! Abraços Eloah

Ghost e Bindi disse...

Olá, amigo José Maria!
Aqui de tão longe, ainda assim é possível sentir a agonia destes povos sofridos, que para muitos são apenas números em listas estratégicas...faltam ainda muitas vozes se erguerem para exigir o devido respeito para com todos os seres...!

Um abraço

Bíndi e Ghost

http://esquinadosversos.blogspot.com.br/

Daniel Simões disse...

Parabéns, simplesmente perfeito!

Danlirando

MONICA AGUIAR disse...

Parabéns .Obrigada por seguir meu Blog Mulher Negra. São estas e outras formas que vamos mudando e informando o mundo das desigualdades e atrocidades ainda cometidas , e de cá do pé da minha serra, no conto das Minas Gerais sejo informada . Mônica Aguiar

nelma ladeira disse...

Ame a vida e os bons amigos, pois a vida é curta e os bons amigos são poucos.
Te desejo um ótimo fim de semana beijinhos.

solfirmino disse...

Oi, querido, vim seguir você, que me deixou um recado tão afetuoso no 'Manoel de Barros'. Abraço

Jéferson Correia disse...

Parabéns pelo blog é um arraso! Adorei! É palavras pra tudo o que é lado \o/! Desde já agradeço a singela visita que fez a meu blog, fico muitíssimo grato, muito mesmo! Te desejo Sucesso e boas palavras!

Obs: Mega seguindo já! rsrs

Abraç, jeffrey!

Arione Torres disse...

Oi amigo, muito lindo!!
Poesia muito linda!
Tenha um ótimo final de semana, abraços!!

Marta Veloso disse...

OI JOSE ADIVINHA QUEM VEIO VISITAR SEU CANTO!!!!
que lindo ! obrigada por sua visita...deixo meu endereço para quem me puder adicionar, era muito importante esse intercambio para mim,sou de Portugal
http://essenciaismakeupeoutrospormartav.blogspot.pt

Daniele C. S. disse...

Muito obrigada pela visita, fico muito feliz em segui-lo, é sempre um prazer compartilhar ideias com autores e leitores,abraços!

Marta Veloso disse...

Ficarei muito feliz , sorverei, com a minha avidez sua obra, sou uma leitora irremediavel, e falarei dele e darei minha humilde opinião , eu, que nada sei.

Muito grata
Marta

Fernando Pacman disse...

Gostei demais da forma como escreve. Parabéns, poesia linda.

Estou seguindo seu blog para acompanhar as atualizações e sempre que puder fazer uma visita.
Abraços

http://reaprendendoaartedaleitura.blogspot.com.br/

Jonas Muvdi disse...

gracias por visitar mi blog jose maría espero sigamos en contacto un abrazo desde República Dominicana

Severa Cabral(escritora) disse...

SAUDADESSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS
ESSA É A PALAVRA QUE TRAGO NO CORAÇÃO HOJE,DEPOIS DE UM TEMPO AFASTADA POR CONTA DAS MINHAS LENTES DE ALADAS (CRISTAIS)
ESTOU CHEGANDO DE VEZ PARA ME DELICIAR DE SUAS LINDAS POSTAGENS ...
O TEXTO É MAIS UM QUE VC DEIXA ESCAPAR SUA INTELIGÊNCIA ...
GRATA PELO CARINHO QUE VC SEMPRE DEIXOU LÁ NO MEU CANTINHO.SEU CARINHO É A ESPRESSÃO DO QUANTO TENS QUARDADO NA ESCRITA ...BJSSSSSSSSSSSSS

Ani Braga disse...

Oi José querido


Uma semana cheia de realizações pra você...
Beijinhos
Ani

Zilani Célia disse...

OI JOSÉ MARIA!
PUNGENTE NOS TOCANDO NO CORAÇÃO...
TEXTO LINDO E TRISTE.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Manyélly disse...

Olá, tudo joia?!
Está lindo seu blog, já estou te seguindo...
Segue o meu tbm, eu iria adorar!!!
http://manyelly.blogspot.com.br/
http://www.pinterest.com/manyelly/
Sucesso para você!!!
Bjo

Isa disse...

Belle image et belle poèsie sr une actualité bien triste ! bravo !