Seguidores

Translate

sábado, 30 de junho de 2012

pi - XOTE


de:  José Maria Souza Costa




Politica.
 
Futebol.
 
Religião.
 
Racismo.
 
Prostituição.
 


Quais são as relações entre eles ?
São, culturas milenares ?
Como mudar ?
Por que, mudar ?
  


terça-feira, 26 de junho de 2012

Pacto Pela Vida



de: Cleílson Fernandes
Professor e Acadêmico Arariense.

 

Criação e dilúvio, harmonia perdida

No apocalipse, um grito de dor, um eco

A súplica de uma rica e pobre mãe

Explorada sem dó, sem medida

Pelos filhos seus e seu sonho épico

 

Ornada de cores, encharcada de vida

A mãe natureza chora de saudade

Entre dissabores, reveste-se de esperança

A um novo tempo a todos convida

Ao progresso verde, sem ar de maldade

 

Pelo avesso do avesso, um olhar terno

O homem também chora suas vitórias

Desiludido e insustentável, o filho pródigo

Entre dores, retorna ao seio materno

Um refazer de laços, uma nova história

 

Volta ao pó, de onde veio e aonde vai

Retorno a casa onde se viu crescer

O homem abraça sua morada, seu chão

Como a fênix e tal qual a água

Ambos ressurgem. Eis o novo amanhecer.

 


Poema para o abraço simbólico à cidade de Arari-Maranhão,
ocorrido durante a Semana do Meio Ambiente 2012

 


quinta-feira, 21 de junho de 2012

A Voz do Brasil - Um Engodo



De: José Maria Souza Costa.
 

Afinal, para quê mesmo, serve a Voz Do Brasil ?
Qual é o benefício, que esse Programa Radiofônico, presta ao Cidadão Brasileiro ?
 
O Programa, A Voz do Brasil, é um engodo, que vem desde a década de 30, da era Vargas. Certamente teve a sua importância, naquele tempo, em que o Brasil, era mais seriedade que anarquia. Hoje, com um pensamento Republicano, não precisa sermos obrigados, a engoli essa baboseira politiqueira. Todos sabemos, as groselhas politicas, os beijos e trejeitos dos Lulas e Malufes, as seborreias do Tucanato com os Paulos pretos, do sub mundo, da imoralidade publica. Esse embustre, enfiado ouvidos a dentro da população, não corrobora, em nada, neste momento, com a Cidadania Nacional.
 
O Programa Radiofônico, A Voz do Brasil, vai ao Ar, de segunda a sexta feira, às 19:00 horas. Justamente, quando as Rádios, deveriam estarem fazendo uma prestação de serviços, do tipo: informando sobre alagamentos, congestionamentos etc. etc., apenas para ficarmos neste exemplo. O Ministro  das Comunicações, disse hoje, que irá flexibilizar o horário. Nada disso, tem é que exterminar, com essa porcaria que atrapalha o bom gosto das pessoas. Ou na pior das hipóteses, liberar a exibição as 01:00 da manhã. Essa imoralidade, não faz falta, ás pessoas de bem.
Oremos, todos.

      

domingo, 17 de junho de 2012

Olha o Arrastão aí , Gente ! É na nossa Sampa.



de: Anna Virgínia Balloussier.
      Lígia Mesquita.
      Olívia Florência
      Mônica Bérgamo e
      José Maria Souza Costa.
 

 

O que as pessoas estam fazendo para escapar dos Arrastões, nos Bares e Restaurantes, na Cidade de São Paulo. Com um Governo ( Estadual ) sorridente, alegre e descompromissado com o Cidadão, eis a Cartilha:

1 - Frequentar Somente Restaurantes de Shoppings.

     pergunta-se: - e a patuléia, tem dinheiro, para jantar em restaurante de shoppings ?

2 - Almoçar no Clube Paulistano ou em outro, do qual seja sócio.
     pergunta-se: - e a patuléia ? A qual clube, ela vai ?
 
3 - Usar jóias básicas, se possível, somente aliança.
     pergunta-se: - e a patuléia, tem jóias, para usar ?

4 - Usar roupas discretas, como calça jeans.
     comenta-se: - quando que a patuléia deixou de usar jeans, casimiras e voltomundo ?

5 - Ir ao restaurante com o " Celular do Ladrão".
     comenta-se: - é aquele do tipo xinguilinge, comprado do camelô, na rua 25 de Março, no centro de Sampa.

6 - Sentar, em cima do Celular do para Escondê-lo.

     comenta-se: será que não tem perigo desse celular adentrar em algum lugar, não destinado ?

6 - Não andar a pé até o restaurante, mesmo que seja a um quarteirão da casa.
     comenta-se: - cadê os ecologistas ?

7 - Caminhar Acompanhado de um Pitbull ou outro Cão Protetor.
     comenta-se: - será que vale um vira-lata ?

8 - Jantar em locais que já foram assaltados, " por que  um raio não cai duas vezes no mesmo lugar"
    comenta-se: - isso não vale para Brasília, aonde os políticos, afana engravatados.


.............................................................................................................................
 

Nota:
Não tardará muito tempo, e elaborarão um Manual, de como adquirir-se, " Vergonha na Cara", como agente fala, lá no fundão do meu Nordeste.
 
 

quarta-feira, 13 de junho de 2012

O Que voce sabe do Rio mais 20 ?



de: José Maria Souza Costa
 

O que é, e para quê serve o Rio mais vinte ?
 
E o Rio 92, serviu mesmo, para quê ?
 
Falar ou escrever sobre meio ambiente, dá-se estatus de diferenciado. Bocejar sobre sustentabilidade, é postar-se de intelectual "cult".
Será que no Brasil, existem  lugares, aonde barracos estam pendurados sobre córregos, vomitando verminoses, e degustando malárias, dengues e outros tapetes de miserabilidades.
E os aterros sanitários ? O que fizeram deles ? Não existem mais, deixaram saudades à sustentabilidade dos miseráveis. Até um Prefeito no Estado do Rio de Janeiro, fantasiou-se de motorista de empilhadeira, e fez pose para a Imprensa. Ganha voto.
De uma coisa   tenho certeza. Nessa nossa Rio  mais vinte, não faltará água mineral, e muitas cores verde.
E em nossa Rio mais de 20 de 2032, certamente, estaremos mais enamorados com os verdes e com o verde. Afinal, o mundo não é um barranco.   
   

domingo, 10 de junho de 2012

Uma Alegria Colorida : Namorados e Namorandos


de: José Maria Souza Costa

E eis que a Cidade de São Paulo, abraça-se com a Parada do Orgulho Gay, neste dia de domingo. Muita liberdade de expressão, de gestos, de pensamentos. Muitos reboleteios.  Mas, cuidado, é neste ambiente colorido, que derramar-se-á, drogas, drogas e drogas de todos os tipos e esquatripos. Nada, nenhuma opinião contra o movimento  possui este cidadão tupiniquim. Por outro lado, entendo, que não sei se esse movimento, ainda acolhe a finalidade de defender os Direitos Civis do grupo -  GLBTTe I -  ( gay, lésbicas, bi-sexuais, travestis, transexuais e incubados.
Sim, é um ambiente de muita alegria e cores. E se derramará, por uma Avenida Paulista, arco-irisada. Aos que irão, uma festa agradável á todos, aos que não irão, a torcida, para que tudo ocorra, dentro de um ambiente de calma e tranquilidade.
Nesta semana também, comemoramos o dia Dos Namorados. Muitos beijos, afagos, e um desejos de muitos tantos, em construir as suas famílias. É assim que inicia-se, com o namoro. À todos os Namorados, Namorandos,  e Namoradas, momentos mil de afetos e respeito mutuo.

terça-feira, 5 de junho de 2012

Furtaram os Óculos do Carlos Drummond de Andrade



de: José Maria Souza Costa
 
 
 
Quem furtou os óculos, de Carlos Drummond de Andrade ?
Por que furtaram os óculos, do Carlos Drummond de Andrade ?
Qual é a finalidade de furtarem os óculos, do Carlos Drummond de Andrade ?
Para que serve, e a quem interessa furtar, os óculos do Carlos Drummond de Andrade?
 
Pois é, na orla da Praia de Ipanema, na Cidade do Rio de Janeiro, Zona Sul carioca, existe uma obra do poeta Carlos Drummond de Andrade. Por " ene" vezes, furtaram os óculos da estátua do poeta Mineiro. Esta semana, mais uma vez, a estatua do artista foi violada com o furto da peça. E aí, como fica? E a Secretaria de " Insegurança" Publica do Estado do Rio de Janeiro, não se pronuncia, entende ser uma molequice ? Não, não é não. Esse descaso com a coisa publica, precisa ter um fim. Não podemos aceitar, que a violação do Patrimônio Publico, seja um simples, saracoteio de pernas.
Acorda, Brasil.

      

sábado, 2 de junho de 2012

Amores



Texto do Professor e Blogueiro Arariense: Ailton Barros.
 

 
Que outra forma há para explicar o amor, se não, amar?
Os poetas  tentam responder esta indagação.
 

Como um garoto ingênuo que brinca com as palavras,  afogo-me na ousadia, para dizer que não há literatura convergente para o amor.

Há aqueles que não amam ou fingem não amar, há quem ama demais, há quem ama de menos, há quem ama e bate, há quem apanha por amar.

Sei de quem amou calado e quem gritou pra todos ouvirem, quem foi correspondido e quem foi desprezado sem uma chance.

Sei de amores impossíveis, assim como sei daqueles imprevisíveis, sei também de uns sem cor, sem um vintém no bolso, uns até sem bolso, eu já vi.

Descobri dias desses os vários sabores, tem deles suaves e altos, ríspidos e baixos, magros de menos ou gordos de mais, tem sempre um atrás de uma carta, assim como um piano chora por uma ponta de sapatilha.

Tão longe ou perto, a galope ou com tração, a remo ou na sola do pé, sem asas e voando, sempre há um pairando entre nós.

Como areia da praia ou milho aos pombos, como soja no   Sul   ou água do mar, tá assim de coração correndo atrás, mas não se iludam, o amor não se pode ter.