Seguidores

Translate

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Canción del Disimulo


    de: José María Souza Costa
         

 
Afinal, para quê, serve-me as suas chamadas ? O tempo passou. Os dias, e, os modos, são outros. A velha canção, já não toca mais no rádio, e, nem sequer sinto a necessidade, de observar, os desenhos de suas pegadas rastejantes, pelas esquinas das minhas observações.
Sim, agora os desejos são outros. Os sonhos, são outros. O tempo, é um outro. A minha metade, busca uma outra metade, e, dança no  Mar de esquecimento, por que, a muito a lápide do desprezo, engoliu o seu nome, com as minhas fantasias. A estrada, já nem é mais estrada, e transformou-se, no seguimento do esquecimento que faz-se reluzir, em um tempo  que não queiramos  rabiscar na memória. O presente é o  meu contentamento. Não, não me fazes falta, as suas chamadas, as suas mensagens, e nem o trilintar dos seus telefonemas. Nessa valsa de dessimulação, por muito os acordes da felicidade passou ao largo.

   * Canção da Dessimulação

52 comentários:

Tunin disse...

Muitas vezes, o querer esquecer é o que faz ficar vivo na memória.
Excelente a tua mensagem.
Abração.

Por Amor disse...

Belo e verdadeiro discorrer...cheio de uma sabedoria muito própria de te José Maria ...Um composto de verdades e sentimentos..lindos que bem retratam a forma impar que tu e só tu escreves Parabéns querido amigo Pedro Pugliese

Jovem Jornalista disse...

Você sempre arrebentando nos textos! Por isso estou sempre aqui!
Blog atualizado.

LUZ disse...

Olá estimado Zé,

Foi "eterno" enquanto durou, pois muito bem.
Gostei de algumas expressões, que usou, em jeito de indiferença e desamor.

O que era ontem, pode não ser mais, hoje. O futuro é uma incógnita.

Novos ventos soprarão vindos dos diversos cantos da terra e alguma "brisa leve" há de preencher essa lacuna, esse seu coração.

Obrigada por me falar um pouco de S. Paulo e dos passeios pequenos, que faz pela cidade, devido à confusão e ao barulho.

Em, Lisboa está frio, mas o dia esteve saolheiro.

Abraços da Luz, com estima.

Cristina disse...

Un placer disfrutar de tus letras!
Si me permites llevo tu enlace a mi sitio para poder estar al día con tus publicaciones.
Bonita noche, abrazos!

Mary disse...

Olá José Maria!
Nem sempre as palavras dizem o que o coração sente.
Muitas vezes tentamos enganar a nós mesmos com palavras,mas que são, apenas palavras.

Lindo,parabéns.

bjos ótima noite

Ives disse...

Olá, que linda, real, e triste canção! abraços

Editores. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tisha B. disse...

Cheguei por acaso e gostei do blog. Parabens! :)

Crista disse...

Zozézinho...
Agora me indignei...
E eu que pensava que tu eras louco por mim e agora leio que tens outra????
E ela sumiu???
E tu estás triste???
BEMMMMM FEI-TOOOOOOOO...
epaaaaaaaaa...dizes:"o presente é o meu contentamento" e como sou como sou,já tenho certeza de que esse presente sou eu...heheheeeeee...
Gosto mais de ti quando tu escreves de outro jeito...fazer o que...
Perdoe-me,por favor,por não ter aparecido antes,mas haviam derrubado meu blog e agora tenho um monte de coisas para por em dia...mas feliz demais por ter tu e todos os outros blogueiros e amigos de volta para o meu aconchego!
Beijão.....
Ainda bem que tu, eu tenho preso lá no facebbook,assim não te perco...ksksksksksks...
Beijo-te...

ReltiH disse...

QUÉ BIEN!! GENIAL BALADA.
UN ABRAZO

Lu Cidreira disse...

E tem muita gente que gostaria de discursar assim, e que pessoas que o esqueceu lesse e nunca mais pairasse pelos seus caminhos.
Quantos já tiveram as suas decepções ou frustrações.
Muito bom ver uma reflexão assim bem montada e dizendo tudo que queria expressar.
Abraço

SÓLO EL AMOR ES REAL disse...

Si, los tiempo cambian....

Paz&Amor

Isaac

Rossana Chiara disse...

Obrigada, querido! Que Deus ilumine sua vida com sons e cantatas de alegria! Beijo imenso

Melodi y su sapiencia disse...

Hola, muy buenas tardes Jose María, ¿qué tal estás por estos lugares? Espero que maravillosamente bien al igual que tu interesante blog. He disfrutado de unas cuantas de tus entradas y me han parecido muy entretenidas, enganchan al bloguero. Tienes un espacio/ blog muy recomendable y te doy la enhorabuena por ello, espero que sigas creciendo y que no lo abandones. Seguiré visitando tu blog para ver las restantes entradas y las nuevas que subas. Te deseo muchísima suerte y espero que pronto subas un nuevo post con el que nos sorprendas.

Ahora, si no es mucha molestia para ti, me gustaría invitarte a mi blog especializado en la saga TOMB RAIDER. Si te gusta el mundo de Lara Croft (videojuegos, películas, modelos, cómics, wallpapers), la primera protagonista femenina cibernética, este es tu espacio. Ponte al día con las últimas noticias. Infórmate de sus últimas horas.
!TOMB RAIDER EVOLUTION!
http://tombraidermania.blogspot.com.es/

Un gran abrazo desde Málaga, y siento de corazón autocitarme, pero es la única manera que tengo para darme a conocer.

Silenciosamente ouvindo... disse...

Pois eu sei bem o que é querer
esquecer...ai se sei...
É uma luta constante entre o
conseguir...e não conseguir.
Beijinhos
Irene Alves

camara deniebla disse...

:-)

Jailson Mendes disse...

Ei rapá,

Tô aqui pra visitar teu blog

Tô te esperando lá no meu,

Fortes abraços

Sissym disse...

Aprendemos, mesmo sofrendo, mesmo chorando, não importa, o tempo se encarregada de mudar nossa postura diante dos fatos passados.

Beijos

LUZ disse...

Oi estimado Zé,

Está chovendo e frio, em Lisboa. Não é esse clima de que você gosta?
Venha pra cá, voando.

Passando para te desejar um bom fim de semana, aí, com um calor muito agradável e nós, aqui, tiritando de frio.

O que faz a terra ser esférica! Assim, temos dois hemisférios, portanto realidades diferentes.

SUA DECISÃO CONTINUA DE PEDRA E CAL (claro que estamos falando no plano de seu "eu-lírico"?)

Vamos ao teatro! Eu só encenei a peça, mas não representei.

Beijos da Luz, com estima.

QUE A VIRGEM MARIA NOS PROTEJA!

Gloria disse...

Ha sido un encuentro con tus letras muy afortunado, si no te importa sguiré tus andanzas.
saludos desde Tenerife-Canarias-España y te invito a mi espacio.
http://gofioconmiel.blogspot.com.es/

gralba disse...

José María ¡ no hablo tuidioma! que pena, no encontre el traductor , tal vez en mi próximo paso pueda leerte...Cariños

Maria Adeladia disse...

Olá! Boa tarde!

Maravilhoso seu texto! Vc usa as palavras de uma forma especial e sábia!

Abraços e um bom fim semana!

trimbolera disse...

Poco a poco iré leyendo tu blog. Gra cias por tu amistad. Besicos.

VILMA PIVA disse...

Querido amigo, novembro chegou trazendo presentes prá você.
Espero que goste. Vá buscar no meu blog e traga-o para seu lindo espaço.Você merece! Parabéns por tua linda e tocante prosa. Beijos!

icue disse...

Ha sido un placer visitarte y leerte, lo seguiré haciendo.
Un abrazo

Universo disse...

Gracias por tu visita en mi blog,y acerte seguidor mio, yo también se sigo.
Un Saludo.

Estela disse...

Que pena que no pueda entender por completo tu texto... has pensado en poner un traductor de idiomas como tengo yo en mi blog? es una genial idea para todo el mundo, un beso muakkkkkk

Smareis disse...

Olá José Maria!

Linda canção!
Tudo é perfeito enquanto dura...
o tempo sempre vai ser o melhor remédio, embora seus resultados nem sempre são imediatos.

Bjs!

Lapislazuli disse...

Muy buen texto!!

alp disse...

Bonitas palabras...un abarzo desde Murcia...

Maria Luisa Adães disse...

Bela canção
Bela forma de de reter na memória
o que já passou...

Bela forma de dizer!

Ainda estou esperando, esse chapéu branco que um dia me foi prometido,
a meu pedido.

Maria Luísa ( os7degraus )

Fabio Araujo disse...

Legal.

Guillermo Castillo disse...

Obrigado por visitar o meu blog distinto, paga ou não, espero manter contato e troca de pontos de vista através do chão como o vento aumentou.
Eu também estou em:
htpp :/ / www.venitecuento.blogspot.com

Abraços de um lugar na terra chamado Colômbia.

Belsai disse...

Muy buen post!!!!

Besitos!!
http://algomasquemaquillaje.blogspot.com.es/

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu querido amigo

Por vezes entre esperas e ausências o tempo passa a idade muda e o sentir é diferente e quando olhamos para trás já é tarde.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

BlueShell disse...

Com o Tempo passando...tudo muda...e ficamos , por vezes,mais pobres...
Bj

Maria Adeladia disse...

Seu texto mostra que a vida é assim!

O tempo passa....,as coisas acontecem...! De repente, o que ontem era importante...hoje já não é tão edificante!

Tenha um bom feriadão na paz de Deus!!!!Abraços.

LUZ disse...

Olá, querido e estimado Zé!

Que bom foi, a sua visita!
Me pareceu, até, que estávamos num elegante e bem frequentado salão de chá, numa de tête-à-tête, cavaqueando, alegre e inteligentemente.

Devo confessar-lhe que gosto de ambientes requintados, e tal como você não suporto vulgaridades, nem "chinelo no pé" a não ser quando vou para a praia, que não vou, porque não gosto de mar, nem rio, nem praia. Gosto de interioridades.

Gosto de me vestir, confortavelmente, mas com um toquezinho de classe. Somos, do mesmo jeito, nesse aspeto e noutros.

Olha, meu amigo, aqui está frio e tem chovido, que nem sabe. Só no Algarve, Faro, o sol tem brilhado um pouco.
Venha correndo pra cá, que está esperando?

E logo sua Pátria, que tem "certos fenónemos", que nós aqui chamamos "fenónemos do Entroncamento, nome de uma vila/cidade, onde há quase sempre coisas paranormais, exemplo: couve de 10m de altura, cebola com 20Kg, pessoa, que levanta não sei quantos pesos e comboio que passa por cima de criança, mas que devido à posição da mesma na linha férrea, nem um arranhãozinho causou. Tudo acontece, sempre, no Entroncamento.

E aí, ontem, ou melhor, em S. Paulo, "SÓ" foram mortas/asassinadas 140 pesssoas. NOSSA VIRGEM DE FÁTIMA!

Mas, o que querem esses marginais?
Matar por um celular?

Mulher não pode usar bolsa na rua, nem acessórios, senão, é arrastada ou mesmo morta, por uns garotos, que conduzem uma mota?

No Brasil, me desculpe, é seu país, tudo pode, mas há coisas, que por mais que pense, tente entender, eu não consigo compreender.

Eu acho que as pessoas levam muito à risca, aquela passagem bíblica, quando Jesus afirma: "crescei e multiplicai-vos". Será isso? Me responda, tá?

NOSSA SENHORA! AJUDE ESSE POVO!

Abraço da Luz, com afeto e estima.

MARILENE disse...

Chega um dia em que as lembranças param de machucar. O amor também se cansa. E paramos de olhar para trás, ainda que que ouçamos o chamado do passado. Abraços!

Daniel Costa disse...

Verdade que o tempo passou, ficam sempre recordaçães, de um passado, prinpipio deste futuro que vamos vivendo.
Um abraço

Daniel Costa disse...

Verdade que o tempo passou, ficam sempre recordaçães, de um passado, prinpipio deste futuro que vamos vivendo.
Um abraço

Daniel Costa disse...

Verdade que o tempo passou, ficam sempre recordaçães, de um passado, prinpipio deste futuro que vamos vivendo.
Um abraço

Daniel Costa disse...

Verdade que o tempo passou, ficam sempre recordaçães, de um passado, prinpipio deste futuro que vamos vivendo.
Um abraço

Daniel Costa disse...

Verdade que o tempo passou, ficam sempre recordaçães, de um passado, prinpipio deste futuro que vamos vivendo.
Um abraço

Daniel Costa disse...

Verdade que o tempo passou, ficam sempre recordaçães, de um passado, prinpipio deste futuro que vamos vivendo.
Um abraço

Daniel Costa disse...

Verdade que o tempo passou, ficam sempre recordaçães, de um passado, prinpipio deste futuro que vamos vivendo.
Um abraço

Daniel Costa disse...

Verdade que o tempo passou, ficam sempre recordaçães, de um passado, prinpipio deste futuro que vamos vivendo.
Um abraço

Daniel Costa disse...

Verdade que o tempo passou, ficam sempre recordaçães, de um passado, prinpipio deste futuro que vamos vivendo.
Um abraço

Alma Mateos Taborda disse...

El tiempo va apagando el dolor de los recuerdos y la vida nos depara nuevas realidades. El amor también se cansa. Muy bueno! Un abrazo. Te sigo.

Hugo Leonardo disse...

Como não havia lido antes?!

Mensagem linda! :)

andré de ártabro disse...

Digo eu auga que non as de beber deixala correr, agora tócache vivir no presente con o que ti es e co que ti tes.
unha apreta.