Seguidores

Translate

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Analfabeto Funcional : Tempos e Modos.



de: José Maria Souza Costa
 

Um aluno consegue ler. Mas, esse mesmo aluno, não consegue entender, o que acabara de ler. Hoje, a Escola no Brasil, não exige e nem ensina o aluno a raciocinar ou a pensar. O vestibular na Universidade Particular, resume-se a uma redação, do tipo, " Fale Sobre Você ", construída em 20 linhas,  em um tempo de uma hora e meia. Findado esse período, três horas e meia depois, o vestibulando recebe um correio eletrônico, com a saudação de aprovado, e como se fosse uma cafitinagem, junto acompanha um boleto bancário, para que seja quitado a matrícula do curso sonhado.
E assim, de um lado, está alguém fingindo vender conhecimento, saber. opinião, conceitos, enfim...
 
E do outro lado, um dissimulado acadêmico intelectualizante, candidato ao Mestrado Leguelhé.
 
Ao centro dessa patomania toda, um MEC ( Ministério da Educação)  tresloucado, tresvariado, sôfrego, funesto, catástrofico, calamitoso, prostituído e patrocinador de toda essa promiscuidade.
 
Na outra margem da Vida, aparece um Mercado de Trabalho Técnico, qualitativo, exigente em pensamentos e racíocinios. Nesta Terra de analfabetos funcionais, em todos os seus extremos, credes tu, que um aluno do Ensino Médio, não consegue preencher um formulário a uma Vaga de Emprego, por mais simplório, que seja esse questionário.
Um País, que fala-se em " cotas" para tudo. E este transforma-se em um Comissariado, legalizado.
Aqui no Brasil, estudar, é sinônimo de sacrifício. Estudar, aqui no Brasil, significa o individuo encher uma sacola com livros, colar às cotas, à africana, passar um pouco mais de 04 horas e meia preso em uma sala, e ali deixar rossar a bunda em um tamborete.
O Professorado no Brasil, recebe em média, 300 dólares mês, como salário. Do PIB Brasileiro, menos de 10%, é  investido em Programas Educacionais. No Brasil, é proibido um Estudo de qualidade. A Metodologia Educacional Brasileira, não exige mais que a criança, aprenda a ler, soletrando as palavras, e nem desenhando as letras. A Tabuada, virou coisa rara, está em extinção, e a criançada não sabe as operações aritméticas : Somar, Diminuir, Multiplicar e Dividir. O que existem hoje, são Calculadoras Eletrônicas.
No Brasil, existem hoje, mais Universidades Particulares, que Farmácias, Açougues e Padarias, tudo juntos e misturados.
Para onde vamos ?
Certamente teremos um País de doutores cambaleantes, estrupados em seus doutos, com os anéis ornamentados no brilhar da desfaçatez.
Enquanto isso, com a tarja de "Doutora Honorius Causis", resta à Pátria Mãe Gentil, " orar  por nós", e assim verás, que um filho teu não foge à luta.

82 comentários:

Ivone Poemas disse...

Que pena não é mesmo?
Andei lendo e vendo as terríveis posições no mundo dos letrados em que nosso País está na 54ª!
Portanto totalmente analfabeto!
Abraços!
Ivone

Daucyana Castro disse...

É VERDADE. QUANDO O ALUNO CHEGA NA UNIVERSIDADE É QUE ELE TEM QUE APRENDER NA MARRA "A RACIONAR"

JAIR FEITOSA disse...

Olá José Maria.

Sou professor do ensino médio / integrado com técnico e vejo como os alunos chegam ainda sem uma maturidade adequada para interpretação de textos simples. Há, claro, um percentual que deve ser considerado como preparado, mas outros tantos alunos carecem de uma formação mais sólida. A consequência dessa defasagem você apontou no final do seu texto.

Parabéns.

Um abraço.

Jair Feitosa.

carlos abba disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
gardêniaoliveira disse...

OI AMIGO, DESCULPE SÓ AGORA ESTAR RESPOSTANDO SEU COMENTÁRIO, FOI A FALTA DE TEMPO, MAIS PODE TER CERTEZA QUE A NOSSA PARCERIA É CERTA.
FICO FELIZ POR ACESSAR MEU HUMILDE ESPAÇO. A PROPOSITO, ADOREI O SEU TAMBÉM E, AINDA HOJE O ESTAREI ACRESCENTANDO A MINHA LISTA. UM ABRAÇO.

Marina-Emer disse...

muchas gracias por tanto cariño y elogio a mi poesia "El mar"
es un placer ser tu amiga
besosss
Marina

Lucimar da Silva Moreira disse...

josé Maria obrigado pela visita te seguino, adorei cantinho, beijos.

FÁBIO ARAÚJO. PM NOTÍCIAS disse...

Mais uma vez parabéns!

Daniel Costa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Daniel Costa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Daniel Costa disse...

Li a bem delineada crónica. Do assunto cá também se fala e, também é polvo minesterial. Na política parece que problema se resolve com o cartão de filiação do seu partido. Ao resto se chama iulitracia.
Um abraço

Célia Rangel disse...

Educação virou renda & lucro, tão somente. Se,particular=lucro; se governamental= desvio de verba, pois educadores aceitam salário ínfimo para tentar sobreviver. E, tudovira sucata: o ensino, o educador e o educando. Marionetes manipuláveis em mãos de gestores corruptos é o que resulta disso tudo.
[ ] Célia.

Jailson Mendes disse...

Meu caro e amigo José Maria,

É o retrato do Brasil. O exemplo maior é o Enem, que poucos passam na minha cidade chamada São João Batista.

O Brasil precisa melhorar e muito.

Boa tarde

Montserrat Llagostera Vilaró disse...

Hola José Maria.
Muito obrigada pelo seu comentario en mi blog.
Saludos cordiales.
Feliz semana
Beijos, Montserrat

Bicho do Mato disse...

Oi amigo José Maria, tudo bem? Vim agradecer a visita e o convite, obrigado. Adorei seu blog, já estou te seguindo. Voltarei com mais tempo para ler e comentar suas postagens, também aguardo mais vezes em meu blog, serás muito bem vindo. Abraços do amigo Bicho do Mato.

LUZ disse...

Boa noite querido Zé,

Que texto racional, verdadeiro e contundente!
Mexe, e se mexe, com o facilitismo descarado, que estão permitindo às gerações de amanhã. Não sei, se por este andar, haverá, amanhã e garotos/as que saibam algo.

Penso que és Professor como eu, e ambos Licenciados (Graduados em Língua Portuguesa, Letras) e o maior problema destes alunos é não saberem interpretar aquilo que lhe é pedido. E então nos dizem: Professor, o que é que é para fazer/responder, aqui?
Nossa! Está tudo lá na pergunta. Imagina um texto com personagens principais e secundárias, e tu perguntas:
- Qual o nome da personagem principal? Não entendem o que tu lhes estás perguntando.
Eu na escola primária já entendia essas questões. Somos mais inteligentes, que eles, não somos, só que treinámos a mente e o raciocínio e não comemos FAST-FOOD. Será isto, mais ou IPADS, FACE, MSN, etc, que estão roubando a capacidade de pensar dos nossos jovens?

Não sabem ver horas, em relógios com ponteiros, só digitais ou analógicos, acho que é assim o termo. Não sabem, e te juro que é verdade o que te vou contar: uma aluna minha, de 14 anos, me perguntou de onde vinham os ovos? Contudo, sabem aquilo que tu e eu não sabíamos, da idade deles, a propósito de métodos contracetivos, etc, etc.
As meninas, a partir dos 12/13 anos já tomam a pílula anti-concepcional. Na idade delas, eu acreditava que era o Menino Jesus ou Papai Noel, que trazia os brinquedos.

ONDE IREMOS NÓS PARAR COM TANTA IGNORÂNCIA E FACILITISMO?

ONDE IREMOS NÓS PARAR COM A FALTA DE REGRAS, MORAL E BONS COSTUMES?

Tenha uma noite feliz.
Beijos da amiga Luz.

Djalma CMF disse...

Um texto com protesto muito pertinente, além é claro, muito inteligente. Gostei amigo, um forte abraço.

Poção de Pedras:Quem Ama Curte! disse...

CASCARIA ABALA BEIRA RIO: MAIOR COMÍCIO DE TODOS OS TEMPOS, VEJA A COBERTURA COMPLETA NO NOSSO BLOG AGORA!!
http://pocaodepedras.blogspot.com.br/2012/08/em-breve-neste-espaco-o-sucesso-do-1.html

agora a matéria está completa e publicada, jm. prazer em conhecê-lo.

HM Estork CCoelho disse...

Olá José!
Retribuindo sua visita ao meu blog Doce Poesia...
Voltarei com mais tempo para apreciar suas letras...
Abraço
Hideli

Evanir disse...

Que a paz habite em seu coração..
sentindo muitas saudades espero em breve voltar normalmente com minhas visitas.
Fico triste quando tenho que me ausentar mesmo que seja por uns dias ,
pois é essa linda amizade qe renova minha alegria a cada Dia.
Uma linda noite beijos,Evanir.

Renata Bomfim disse...

OLá José Venho retribuir a visita ao letra e fel e compartilhar do deu desconforto/inconformismo com relação À educação, também sou professora e me inquietam estas cituações. HOje, no jornal da minha cidade, soube que os alunos do ES, meu Estado, não conseguiram a nota mínima no concieto de qualidade do MEC... o culpado???? bem, enquanto procurarmos culpados nada mudará...
abraços fraternos
Renata

Samara Volpony disse...

A nossa educação formal,geralmente se parece mais com uma forma de adestramento, disciplinarização, treinamento e docilização dos indivíduos, do que como meio de transformação e de revolução social. Mesmo quando tem a preocupação de ser crítica, de subverter a ordem acadêmica e de questionar o sistema vigente, o que é um tanto raro e incomum nos tempos atuais, é envolvida por um amplo aparato disciplinar e burocrático deixando pouco espaço para a flexibilidade e para a realização das experiências alternativas. Além disso, na maioria das vezes, os conteúdos estão mais voltados para ensinar conteúdos abstratos, do que para compreender a vida concreta, isto é, a matemática da fome, o português da violência, a geografia e a história da exploração e dos problemas sociais, a ciência da história da vida real dos homens e voltam-se mais para a adaptação, para a alienação e para o conformismo do aluno ao meio do que para desmistificar, para questionar as condições de vida e o modo de produção capitalista.

Abraço,

Samara

Marilena Soneghet disse...

olá! feliz com sua visita ao meu blogg, vim retribuir e deparei-me com um tanto de textos contundentes com os quais "compatuo" e assino denbtreo, em cima e em baixo.
Ainda nos falaremos mais.

Abraços - marilena soneghet

Bandys disse...

Oi José,

Você disse tudo. Falar mais seria chover no molhado. Crianças hoje já nascem com um celular na mão, um pc na outra, o consumismo faz parte da educação e a facilitação vem de dentro de casa. Ir pra onde?

Um beijo

Audrey Andrade disse...

De fato, professor José Maria, a Educação no Brasil não vai bem das pernas. Graças a Deus existe uma minoria que se dedica aos estudos e consegue lograr êxito. Tenho dois filhos e minha preocupação quando atingiram três anos era exatamente essa. Como auxiliar meus filhos em uma boa formação de base, ensiná-los a ler, tirá-los da escuridão do analfabetismo, prepará-los com entendimento. Confesso que não foi fácil, mas consegui. No entanto, sei que a maioria esmagadora, apesar de estar no segundo segmento do Ensino Fundamental, ainda não sabe ler, interpretar. Não há incentivos também para os poucos que conseguem obter uma base, chegar à universidade (alunos de classe desfavorecida, estudantes de escola pública) para que façam um mestrado e/ou doutorado. Os horários não ajudam os estudantes. É lamentável tal situação!
Seu texto é muito pertinente! E, provavelmente, estará factual em dez 10 anos ou mais!
Agradeço a visita ao meu blog! Gostei do seu canto. Peço permissão para ficar! Sigo-te!

Meu carinho!
http://pequenocaminho.blogspot.com

Luna disse...

Por aqui também há disso, dá mesmo a impressão que querem manipular as pessoas pois quanto menos conhecimentos o povo tiver mais fácil é de manobrar
~bjs

Lia Noronha disse...

Marilena disse td...vc tem textos preciosos por aqui.aDOREI!!!

Carla Fernanda disse...

A mais pura e triste realidade! Assim podemos mesmo prever o futuro e que futuro... e os profissionais estão aí cuidando da gente... um perigo... mal preparados... e por aí vai...

Boa noite!

Jaime Adilton disse...

Boa tarde, poeta José Maria! Que bom conhecê-lo nessa imensa blogosfera. Estou passando por aqui para retribuir sua visita ao Cantinho da Saudade e para aceitar seu convite. Mais que harmonioso, seu blog é uma delícia para aqueles que amam a boa literatura. Vou segui-lo, a partir desse momento, pois, simplesmente, me deliciei com sua prosa e sua poesia. Espero 'vê-lo' outras vezes no Cantinho da Saudade e comentando meus paupérrimos versos!
Quanto a este texto sobre o Analfabetismo Funcional, posso deixar em uma palavra minha impressão sobre ele. Simplesmente ES-PE-TA-CU-LAR!!!!

Cíntia Milanese disse...

Seu texto é um choque de realidade. E a veracidade dos fatos, faz-me ter cada dia mais medo de ter filhos...

Parabéns pelo post, belíssima reflexão.

bjs.

Cíntia Milanese disse...

Olá, José, agradeço o pronto retorno. Muito bom saber de sua história de luta e sucesso. Mas infelizmente, nem tudo são flores, não é mesmo? O seu caso (felizmente pra vocês e infelizmente para o resto), é apenas uma pequena parcela de pessoas que conquista. Entendo que você quis dizer... tem que acreditar, batalhar, correr atrás, fazer acontecer; mas sou realista nesse sentido. Há coisas que não dependem só de nós - daí é que vem o meu medo, entende?

Claro que eu pretendo ter um filho(a) um dia - acredito que todo ser humano deveria passar pela experiência da pa/maternidade, mas enfim... ando vendo tantas coisas ruins nesse país, que sinto-me por vezes que falta o otimismo. Algumas vezes até me pego pensando que talvez "dias melhores" sejam apenas ilusões de nossas mentes pensantes e aspirantes. Um abraço!

Casa do Poeta Campinas, tem por finalidade divulgar a poesia e incentivar novos poetas disse...

Olá José Maria
Muito bom teu texto. Infelizmente, a maioria não está interessada em aprender. Acho o problema começa na base de tudo que é a família e coisa vai se estendendo em todos os segmentos.
Um grande abraço
Rosana

LUZ disse...

Oi querido Zé,

Passando para te desejar uma santa noite, na companhia da Virgem de Fátima.

Com tempos, modos, pessoa e número, construímos nossso imaginário, com alguma sabedoria, convenhamos.

Abraços da Luz.

AFRICA EM POESIA disse...

Saudades

vim com o verde ... a tranquilidade encanta-me .

PRADO VERDE

Como o prado é verde...
Verde com salpicos aqui e ali...

Mas o todo é sempre verde...
E o olhar corre toda a extensão...
E fico a ver o verde o tal verde...
Que nos dá liberdade...
Que nos mostra esperança...
Que nos deixa que o infinito seja verde
E deixa que os olhos continuem...
A olhar e continuem a amar!...

LILI LARANJO

Adenildo Bezerra disse...

É, meu caro, no Brasil educação é um dilema. Falta interesse dos governos em proporcionar uma educação de qualidade e falta, também, desinteresse de grande parte do povo em querer estudar. Em relação ao professorado, nem a sociedade, nem o governo e nem mesmo alguns professores, que fazem parte desse grupo, não se dão o verdadeiro valor. Tomo a ousadia de dizer: A QUALIDADE DA NOSSA EDUCAÇÃO É PROPORCIONAL À FORMAÇÃO DOS NOSSOS PROFESSORES! Parabéns pelo seu texto, mais uma vez!!

Adenildo Bezerra disse...

Digo, falta interesse por parte de grande contingente do povo em querer estudar de fato. E não falta desinteresse,como escrevi acima!! kkkkkkkkkkkkkkkkk

Jovem Jornalista disse...

Analfabeto funcional é pior do que não saber ler ou escrever. É aquele que não consegue interpretar um texto, entre outros!
Parabéns pelo texto!

Nós Os Cachorros disse...

Vindo agradecer a visita.
Já estamos seguindo o blog.
Adoramos
Abraxos

BlueShell disse...

Olha, aqui em Portugal estamos a caminhar para isso mesmo: eu sou professora...e o novo Ministro da Educação quer implemantar um sistema em que o aluno decora as matérias sem as perceber. vai na prova Nacional, tem nota excelente...e pronto! No entanto nada sabe, nada compreende daquilo que decorou ...
Antes...não era assim: os alunos eram levados a perceber as coisas...uns faziam com mais facilidade, outros com menos...mas era mais honesto...para todos a começar pelos alunos.
É lamentável...
Bj
Isabel , aka, BlueShell

Diario de uma mae solteira disse...

Adorei o Blog

HAMILTON BRITO... disse...

Não foge à luta mas também não sai no braço pra valer. Hoje o sperniandi que nem sei se é mais justo posto que meio enganoso é fraco e dissimulado.Temos uma sociedade que só fala nos facebooks , nos twiteres e botecos da vida, temos um ministério público inoperante, quem mais poderia agir ase locupleta do atual estado de coisas. Nego, remember a Bastilha. Governo tem que ter OU respeito OU medo de um povo.Quando não tem nenhum dos dois, que é o nosso caso, vira esta zona mesmo

Maria Marçal disse...

Quanta verdade aqui!
E mais... cada vez mais nos distanciando do ensino na sua magnitude.

Temos, além disso, o submundo que os governos submeteram os professores.

Não sei responder para onde vamos.

Maria Marçal - Porto Alegre - RS

Vera Lúcia disse...


Olá José Maria,

Belo texto e repleto de verdades, infelizmente. Parabéns pelo protesto!

E enquanto o País continua sem instrução e educação, os espertos continuam no poder, pois somente um País culto será realmente livre
de subjugações políticas.

Abraço.

manuel afonso disse...

Já ouvi por aqui (em Portugal) um discurso semelhante. A média de remunerações é maior, mas as queixas sobre facilitismo do ensino é igual.
A última, é sobre um ministro que tirou a sua licenciatura fazendo apenas 4 cadeiras, todas as demais foram-lhe concedidas através de equivalências do seu curriculum.

Crista disse...

Nossos avós e nossos pais,quando terminavam o primário,sua formação equivalia ao segundo grau atual,claro que muito melhor...posso afirmar com toda convicção que eles escreviam,falavam melhor e a cultura geral,era de botar inveja aos coitados de hoje.
Era deslumbrante como eles explicavam e como sabiam de tudo...
Agora, acompanho os jovens,pois tenho dois filhos,o filhão com duas faculdades, pós, cursando mestrado e lecionando e a filhota, no segundo ano do segundo grau...
Observo a juventude...podem ser ótimos com computadores,celulares,todas as modernidades e mesmo assim não aprendem o português usando o "professor"eletrônico...não se viram no inglês e outros idiomas,tendo a seu favor o tradutor...se não levarem calculadora para a sala de aula,não sabem calcular...tabuada????É de rir para não chorar...
Mas não podem forçar o cérebro deles, coitadinhos...estudar para passar????Nem pensar...os professores são OBRIGADOS a passar os analfabetos...
Onde foi parar a educação? O respeito?
Tem que haver parceria entre pais e professores...os pais devem EXIGIR do governo mais investimentos e dureza na seleção de professores e aprovação dos alunos.
É URGENTE que os professores sejam valorizados moralmente e financeiramente e que os pais seja cobrados a participar intensamente com os filhos e com a escola!
Zozézinho...bezo de quem te ké muito bem e kalker coixa é xó éxqueve pra ieu...rsrsrsrs...tentando imitar o português da turma da lei do menor esforço...ksksksksksks...

Ant P disse...

Boa noite, José Maria!
Como professor de Língua Portuguesa durante 35 anos, na região de Lisboa, garanto-lhe que, deste lado do Atlântico, a literacia plena, viva, daquela que dá asas às palavras, também é, para um número elevado de jovens, uma miragem.
Aproveito a oportunidade para agradecer a mensagem que deixou no meu blogue dedicado à língua portuguesa (http://acordo-ortografico.blogspot.com). Entretanto, já faço parte da lista de seguidores do seu muito interessante blogue.
Abraço grande!
António Pereira

Lucélia Muniz França [LUTO] disse...

Olá José Maria,
Retribuindo a visita ao meu Blog estou passando para conhecer seu “cantinho”! Um Blog não deixa de ser um pouco de nós, uma referência do que queremos transmitir através de nossas postagens, não é mesmo?
Quero lhe parabenizar pela criatividade! Parabéns pelo Blog!
Um ótimo final de semana! Grande Abraço!
http://www.luceliamuniz.blogspot.com.br/

ÂNGELO disse...

Olá, José Maria, parabéns pelo seu trabalho. Na certeza da transformação da Educação, todos juntos queremos o melhor, e por certo você já faz parte desse melhor! Com carinho, Ãngelo
http://almadeeducador.blogspot.com.br/

REGINA PESSOA disse...

voce esta coberto de razão seria preciso uma boa reforma no ensino para que tivessemos uma melhora no QI de nossos filhos. Obrigada pelas palavras gentis que deixastes no meu Blog, bjs de luz

REGINA PESSOA disse...

voce esta coberto de razão seria preciso uma boa reforma no ensino para que tivessemos uma melhora no QI de nossos filhos. Obrigada pelas palavras gentis que deixastes no meu Blog, bjs de luz

REGINA PESSOA disse...

voce esta coberto de razão seria preciso uma boa reforma no ensino para que tivessemos uma melhora no QI de nossos filhos. Obrigada pelas palavras gentis que deixastes no meu Blog, bjs de luz

negentropist disse...

Exquisite !

:)

Adolescendo em Verso & Prosa disse...

abraços pr ati nesse fim de semana.

Borboletas no Estômago disse...

Na verdade, o que os filhos dessa pátria mais sabem fazer é fugir da luta. A lei do menor esforço é sempre tão bem vinda...É por isso que as coisas estão do jeito que estão. Concordo plenamente com tudo que foi exposto. Fique aqui com a minha indignação...

Ludi disse...

Comecei meu estagio prático da licenciatura essa semana... nem tenho palavras pra esse texto pq realmente, é de assustar! Aluno de 3º ano dizendo que nunca leu um livro... vai ser uma longa caminhada rs

Van-Ivany Fulini Sversuti disse...

Um texto inteligentíssimo, atualíssimo, critico verdadeiro!
Vemos hoje um jovem prestes a formação superior não saber quase naba básico como a tabuada como disse você. Um abraço e muito obrigada pela visita em meu blog.

Ant P disse...

Boa tarde, José.
Quando publico as minhas mensagens sobre dilemas da língua portuguesa, tento sempre abranger os falantes do português do Brasil (cerca de 20% dos visitantes do meu blogue), o que nem sempre é fácil, atendendo às diferenças entre a norma brasileira e a luso-africana. Uma das maiores dificuldades é saber qual a pronúncia exata de algumas palavras no Brasil. Como não encontro a transcrição fonética na Academia Brasileira das Letras, gostaria de saber se me pode indicar alguma fonte na internet a que possa recorrer quando tiver dúvidas. Se o José ou algum dos seus leitores me puder ajudar, ficarei muito grato.
Prof. António Pereira
http://acordo-ortografico.blogspot.com
professor.ap@gmail.com

Art's Maria anjoazul disse...

José
Feliz com sua visita e vamos sim "trocar figurinhas", li seu texto e prometo aos poucos carinhosamente ler os demais ok?
Muito obrigada pela presença e vem me ver sempre tá?

bjos

Clóvis Campêlo disse...

Seu blog é ótimo, camarada.
E muito bem acompanhado.
Abraços

Blog do professor Toinho disse...

Olá José Maria, obrigado pelo elogio e pela visita. Fico feliz por gostar do meu blog e achar algumas postagens bem humoradas. Valeu mesmo. Gostei muito do seu blog, é de muita qualidade ímpar. Parabéns. Gostei muito também do seu chapéu. Vou comprar um para mim. Vou dá aulas com ele. Rsrsrsrsrsrs. Passei a te seguir. Abraços.

Luiz Filho de Oliveira disse...

É, essa é uma dura realidade do ensino (principalmente, público) no Brasil. Falta muita vontade política para que tal situação venha a mudar. Quanto à sua visita ao meu blog, José Maria, mais uma vez, agradeço sua disposição. Da outra vez, não o segui porque vc não fez isso. Agora, estou seguindo vc e o espero em meu blog. Saudações.

Tunin disse...

Isso dói na alma. O governo está preocupado com o número de estudante que frequenta a escola pública, não com a qualidade do ensino. As particulares ensinam em função dos vestibulares. Elas preparam os alunos para passarem no vestibular e não para a vida. Se em nosso país houvesse seriedade no conduzir educação, o graduado funcional não existiria.
Abração.

lucidreira disse...

É essa também a minha indignação total ao ensino no nosso pais.
Tudo que gostaria de dizer foi dito aqui no seu artigo, parabenizo pela sua competência de desabafar por nós, amém.
Abraço

LUZ disse...

Olá querido Zé,

Bem, novidades eu sei que não havia, porque nada vi, de novo, de seu blog, nas atualizações.

Tudo bem por aí?
Por aqui, faz calor, 35ºg, hoje, em Lisboa.
Adoro o Verão e os climas quentes.
Nova postagem sua está para breve?

Te desejo uma excelente semana e um restinho de Domingo vivido de forma agradável.
Em meu blog há novidades. Não Deixe de ver os vídeos. Vai gostar. Depois me diga, tá?

Abraços cheios de sol da Luz.

Mery disse...

Olá.
Eu li o que escreveste com atenção; o que queria dizer a *Célia Rangel já disse ...
Sou uma que fica indignada com o descaso com a Educação, principalmente por parte dos governantes.
"Desvalorizam o que mais é importante junto com a Saúde*...Para onde vamos?
Um País que fala-se de cotas... Ah! Pára!
Pára mesmo!
Ainda creio nos professores que levam a sério a sua função "têm compromisso... Nasci para ensinar e sou uma professora (primária) "à antiga; exijo o que posso dos meus alunos, quero dizer faço o q posso.
É o que resta é "esperança" para a nossa gente. E que um dia tudo possa mudar!
Abços

Mario Rezende disse...

Prezado José Maria,

Obrigado pela visita e comentário no meu blog. SE quiser colaborar eu mando o convite. Estou precisando divulgá-lo.

Grande abraço.

Mario Rezende

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, José. Infelizmente é a nossa realidade. A educação no Brasil não é valorizada mesmo, os professores não se empenham em explicar tanto em uma turma de mais de 40 alunos na rede pública.
Por causa dos baixos salários descontam nos alunos com péssimas explicações.
Ainda bem que existem professores bons, que mesmo vendo a situação caótica amam explicar e o fazem com maestria.
O saber nunca foi prioridade governamental e nem particular.
Todos sabemos que uma nação que pouco sabe, menos cobra seus direitos havendo mais desonestidade.
Educação para os políticos, é apenas um pormenor, infelizmente!
As universidades federais estão nessa greve abusiva, alunos correndo o risco de perder o semestre, e o Governo dizendo que vai esperar os professores se cansarem. Enquanto isso, alunos obrigados a ficar de férias indevidamente.
Professores deve ser valorizados, são eles os responsáveis por toda e qualquer formação!
O que seria do médico e todas as profissões que precisam do saber acadêmico para curarem, construir prédios, etc? Nada!
A profissão de professor é vista com menos valia e eu não entendo e nem suporto isso!
Vivemos num País repleto de desigualdade social, que caminha mais e mais para o abismo.
As istituições precisam preparar melhor os alunos e também os professores, pois têm muitos que não sabem direito o seu ofício, isso é fato!
Brasil, só muita conscientização política, só milagre!
Beijos na alma e fique com Deus!

Acentelha-Moreno/PE disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Acentelha-Moreno/PE disse...

Esse é o retrato sombrio da nossa realidade. Estamos perpetuando a desigualdade social, esse modelo que estamos utilizando só nos levará a barbarie.

Albênia Silva disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Albênia Silva disse...

Albênia Silva disse...
É um leque de problemas que começa desde as séries iniciais. As escolas são proibidas de reprovar o aluno, não que isso seja o objetivo dos professores e da escola, mas, aprova-se em massa para garantir vagas (e o repasse de verbas) nos anos seguintes. Aí joga-se a responsabilidade para o professor do primário, depois para o do fundamental e assim por diante. Além disso, há um descompasso no acompanhar do aluno, o governo enche as escolas de professores com contratos temporários que são substituídos constantemente, torna-se difícil conhecer melhor o perfil do aluno, há impedimentos em continuidade de projetos e planejamento de ensino. Mas, não é só isso, a escola tem se tornado um espaço que não atrai alunos e professores. Os motivos? São tantos, não caberia nesse espaço...

Jeanne Geyer disse...

Estou fazendo um trabalho de divulgação do meu mais novo blog, portanto hoje estarei te visitando e conhecendo teu espaço. Peço desculpas pelo comentário pronto, não é do meu feitio, faço apenas para facilitar a divulgação. Depois que você conhecer o meu espaço, voltarei para te ler com atenção e fazer comentários individualizados.
O link do blog é: http://amorinicioefim.blogspot.com.br/ te aguardo lá, obrigada pela atenção, um abraço.

Sonhadora (RosaMaria) disse...

José

Um texto muito verdadeiro e que se adapta também à realidade portuguesa, apenas interessa ter o tal "canudo", que é o que se chama cá ser doutor, mas depois quando são chamados a exercer as funções para que se formaram, fica muito a desejar as competências que adquiriram.

Um beijinho
Sonhadora

Ant P disse...

Em bom português: nublado ou nebulado? Resposta no http://acordo-ortografico.blogspot.pt
Abraço e boa semana!
AP

Patricia disse...

Olá, José Maria. Obrigada pela visita ao meu blogue. Vejo que, como eu, você é mais um defensor de um ensino de qualidade e para a liberdade. Já lecionei para adultos, adolescentes e atualmente estou no infantil e fundamental I. As questões mudam, mas nem tanto... Mas vamos lá, né? =)

Helena Sacadura Cabral disse...

Caro José Maria
Cheguei aqui via Helena Oneto.
Gostei do que li. Virei visita-lo mais vezes!

.sabo skirt. disse...

These are nice eye liner.


Much love from the SABO SKIRT girls!
SHOP: http://www.saboskirt.com
BLOG: http://www.saboskirt.blogspot.com

© Piedade Araújo Sol disse...

apenas para deixar meu sorriso :)

um dia feliz

obrigada!

beij

Sonia Sidney disse...

Jose Maria, voce convidou aqui estou.
Seguindo seu site agora, entrei para ler esse texto, e constatei que não é somente nós que vemos a EDUCAÇÃO DAS NOSSAS CRIANÇAS, se perdendo.

Convido voce a conhecer e seguir o blog abaixo, de meu amigo José de Araujo, Campinas, sp Brasil.

"Notas&Noticias"

abraço, sonia.




pot.com

Sandra disse...

Acho que já comentei aqui e volto a falar. Cada país tem a educação que merece. Em um país cujos pais vão nas reunião de pais e mestres e perguntam, quando recebo o leite, o material o uniforme? E não dá a miníma para que o filho faz, o que está aprendendo, nem falo de perguntar sobre o projeto pedagógico da escola porque isto é para os que entendem.
Somos um país de alienados!

Anônimo disse...

Escreve-se roçar e não "rossar" e estuprar e não "estrupar"... Analfa...

林磊 disse...

2016-2-27 leilei
retro jordans 13
air max 90
ed hardy
adidas shoes
coach factory outlet online
toms outlet
ghd hair straighteners
coach factory outlet
hermes outlet
new balance shoes
gucci belt
jordan pas cher
ugg australia
oakley sunglasses
michael kors uk
jordan shoes
nike running shoes
nike trainers
louboutin pas cher
air jordan homme
ray bans
true religion
ed hardy uk
louis vuitton outlet
louis vuitton borse
louis vuitton outlet onlne
michael kors handbags
michael kors handbags
coach outlet
true religion outlet
air jordan shoes
chaussure louboutin
mizuno running shoes
burberry outlet
michael kors outlet
louis vuitton pas cher
mcm handbags
coach factory
michael kors outlet
fitflop sale