Seguidores

Translate

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

HOMOAFETIVOS - quem são os Intoleravéis ?



de: José Maria Souza Costa



Texto 01.

Um menino, atravessa o pátio da Escola, encontra-se com um Outro, e oscula-lhe, os lábios. Todos embriagam-se, entre risos e olhares. Afastam-se, e ambos ainda abraçam-se. Saem, e caminham por um corredor longo, até adentra-se  à Sala de Aula. Todos os aplaudem.

Texto 02.

Nesta semana, o Jogador de Futebol Profissional, Richarlysson, ex-São Paulo FC (SP), hoje no Clube Atlético Mineiro de Belo Horizonte-MG, reuniu a Imprensa, para dizer que " não acertou um Contrato de Trabalho, com a Sociedade Esportiva Palmeiras-SP",  por que as Uniformizadas do Clube, haviam precionado a Diretoria, a não aceitá-lo, em seu quadro de atletas.
É bom lembra que, no sub-mundo da fofoca, comenta-se, que o citado atleta, seria homoafetivo. A verdade verdadeira, é que, quando ainda defendia o São Paulo FC, este atleta, nunca teve o nome gritado pela torcida do Clube, nas arquibancadas, e ganhara muitos títulos ali. Isto é fato.

Diante desses quadros acima, EU, e a minha adolescencia impaciente pergunta:

Somos tolerantes, ou somos todos uns preconceituosos camuflados, e dissimulados como os olhares da Capitu ?

Ou homoafetivo, só é aceitável, na família do Outro, por que, somos todos Imaculados e, quem são os intolerantes ?

Ou não podemos analizar o poderia de Capacitação de um individuo, pela Opção Sexual ?

Ou pedemos sim, e ponto final.
Queria poder ler, a sua opinião, aqui no blogue.

24 comentários:

VELOSO disse...

É preciso lutar contra todas as formas de preconceitos sempre para se a situação não mudar pelo menos não piorar.Lembrei de um ditado pior cego é o que não quer ver!

Mery disse...

Não ...*penso que não somos tolerantes: camuflamos o "preconceito" que ainda é forte, custa aceitar que duas pessoas do mesmo sexo se beijem, "se amem".
Eu aceito, mas se vejo um casal de homossexuais se beijarem fico chocada, e tenho amigos que são gays assumidos; então, até onde eu sou preconceituosa(?)...não sei¨*

Fatima disse...

Caro José,
a luta contra os preconceitos é diária.
O ser humano é preconceituoso e tem uma grande dificuldade em aceitar o que é tido como diferente, seja orientação sexual ou questões raciais.
Mas mudanças estão acontecendo. Cabe a cada um de nós o compromisso com nossa luta diária.
Bjs.

Ives disse...

Olá. Infelizmente temos que conviver com seres sem evolução alguma, que trazem em si não só o preconceito, como toda uma falta de coragem para amar, e se entregar a voz do coração! abraços

Rossana Chiara disse...

Querido Zé, bem oportuna sua preocupação. E vejo que muito sinsera. Embora o veículo de comunicação Globo, venha a muito tempo abordando a homoafetividade, essa ideia de viver sem preconceitos é um pouco vaga e ainda um pouquinho distante de nossa sociedade. O Brasil é um dos países com o maior número de católicos e ainda temos um universo da doutrina evangélica, que são ainda mais fechados para qualquer mudança de comportamento, são muito mais intolerantes.
Pensar, assim, em um preconceito camuflado não condiz com nossa sociedade, o preconceito aqui é escancarado mesmo. Mas, devemos acreditar em mudanças, pois cada vez mais as pessoas vêm conquistando seus espaços, digo pessoas, porque as mulheres sofrem preconceito e estão lutando, os negros sofrem preconceito e estão lutando, os pobres sofrem preconceito e estão lutando. Particularmente, odeio a frase "eu guardo meus preconceitos", não existe isso. Preconceito deve ser jogado no lixo. E é isso que nós devemos perpetuar, até entrar na cabeça das pessoas.
Querido, parabéns por este seu espaço, sucesso sempre!

Daniel Costa disse...

José Maria

Chegámos, finalmente, a uma época que homofomismo já é tolerado, mesmo a nivel estatal. Por mim, só não tolero exibicionismo. Ser gay tem de virar normal. Toda a gente merece respeito. Para isso tem de dar-se ao respeito, seja qual for a sua orientação sexual.
abraço

Rosemildo Sales Furtado disse...

Acho que a opção sexual é um direito de cada um, pois cada um sabe o que é melhor pra si. O atleta seria contratado para jogar futebol e não para concorrer com ninguém. Pressionada ou não, a diretoria deveria pensar mais vezes.

Abraços,

Furtado.

Borboletas no Estômago disse...

é uma questão delicada

Fluxo disse...

Belo texto, mas realmente se faz necessário?

Anônimo disse...

Olá, José Maria. Obrigado pela visita ao Toque de Vida. Um forte abraço nosso,

Lucas Albrecht
Canoas, RS

Marina-Emer disse...

de visita a desearte feliz fin de semana
con cariño
un abrazo Marina

Dαvid disse...

não conhecia essa musica josé mas vou pesquisar ;)
Eu com esta pergunta queria apenas que os leitores se pronunciassem, me dissessem o que para eles é amar alguém.
Eu penso que tenho uma pequena noção do que seja mas deixo essa apreciação para a minha cara metade :P
Obrigado, tmbm gosto do seu blog ;)
Um abraço

LUZ disse...

Olá josé,

Futebol e homoafectividade? Nada têm em comum, segundo julgo.
É tema complicado, que aceito, mas não entendo, biologicamente falando.
O ADN é bem definido.

Abraços de luz.

Gi Zamai disse...

Amigo, estive afastada por motivos pessoais, mas agora estou de volta. Muito bom "rever" amigos. Beijosssss

Montserrat Llagostera Vilaró disse...

Hola José Maria:
Es muy triste que etiqueten a una persona, por sus tendencias sexuales.
Yo pienso que lo principal es ser buena persona.
Desgraciadamente aún rige la intolerancia.
Al fin y al cabo que importa la tendencia sexual para ser un buen atleta.
Buen fin de semana.
Um beijo Montserrat

Everson Russo disse...

Preconceitos deveriam ser banidos totalmente da mente do ser humano...abraços de bom final de semana pra ti meu amigo.

Ivana Maria disse...

Primeiro (como diria você. rsrsrs), vim retribuir a visita e achei lindo o seu Blog. Segundo, eu nunca havia antes visto esse termo, "Homoafetivos", mas compreendi que tem relação com a homossexualidade, creio que despertando para uma idéia de que o relacionamento não está unicamente ligado ao sexo, mas a afetividade. Achei muito legal o termo. Para mim, não se trata de aceitar ou não aceitar as pessoas, mas de respeitá-las no seu direito de ser quem são, independente do seu aval. O preconceito, só impossibilita a nós de conhecermos o que vale a pena conhecer das pessoas. Terceiro, espero que me siga tb, as vezes tem coisas interessantes no meu Blog, outras nem tanto... mas acho que vale a pena a gente não se perder um do outro. Serei mais uma entre os seus milhares de seguidores. Parabéns pelo Blog. bjs

Augusto Deróide disse...

José, muito obrigado pelo carinho e estou muito grato por ter gostado do meu humilde espaço onde compartilho um pouco daquilo que acredito em que possa ser útil para outras pessoas também.
Fique à vontade sempre em deixar seu comentário, dicas e opiniões, pois queremos melhorar a cada dia e sua opinião é muito importante para nós.
Deus te abençoe!
Abraços
até logo

Dαvid disse...

ora essa, esqueci-me de seguir o blog mas ia visita-lo mais vezes! Tambem sigo! Um abraço para esse lado do atlântico.
Um abraço

dc cleiton albino disse...

obg pro olhai meu blog o seu muito simples mais bem edificante

Rede Bolivia disse...

Muito bonito seu blog, parabens.
Disculpa nao ter respondido antes,

Obrigado por tudo, um abraço.

Vera Lúcia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vera Lúcia disse...

Olá,

Não me considero preconceituosa, pois respeito a opção de cada um. Todavia, creio que o caso requer discrição, pois um relacionamento aberto entre pessoas do mesmo sexo ainda agride a sociedade.

Abraço.

ADEMIAS COSTA FERREIRA disse...

qq tipo de preconceito deve ser recriminado pois vivemos em uma sociedade livre. ei amigo aproveita e visita o nosso blog também. www.ademiascosta.wordpress.com.br
um abraço,