Seguidores

Translate

sábado, 17 de setembro de 2011

VALSANDO COM AS RECORDAÇÕES



de: José Maria Souza Costa

Iniciei escrevendo este texto ouvindo a música " Samba em Prelúdio " de Vinícius de Moraes, e Baden Powell.

Baden, é um dos melhores violonista que esta Pátria Mãe gentil já pariu, e Vinícius, o ex-diplomata e eterno poetinha, dispensa qualquer apresentação.
De repente, voltei à minha adolescencia, e busquei na memória, qual teria sido a primeira música que ouvi, desde que tive consciência de memorizar fatos
Em minha casa, ouvíamos muito rádio, a minha mãe, ouvia novelas pelo rádio, recordo bem disso.
E naquela longinqua década de 70, estava ouvindo um programa matinal, que levava o nome de "Quem Manda é Você", quando o apresentador berrou: " pra vocês na voz de Maria Bethânia, de Chico  Buarque de Hollanda, a música OLHOS NOS OLHOS.

Não é a minha musica predileta. Mas, o autor está entre os três que eu mais ouço, ao lado de Tom Jobim e Elis Regina.
Foi nesse clima de MPB, que atravessei a minha infância adolescencia, escola-faculdade, captei amizades, e em minha concepção, aprendi a diferenciar o qualitativo: do oportunismo, do brejeiro, da cafonice, da breguice, do modismo e do faz- me rir
O aplauso, existe para a saudação, para a elevação da alma e para energizar o talento, o que se difere e muito da barulheira, da gritaria, do zombeteio e da anarquia.
É natural, cada um possui o seu estilo musical, simpatizamos com ele, na verdade o que vale, é deixar a alma flutuar embriagada na vaidade, e assim a quimera do riso levita, caminha e baila.

  " ... os meus braços precisam dos teus
     teus abraços precisam dos meus
     tenho os olhos cansados de olhar para o além.
         Vem ver a vida,
          Sem você, meu amor, eu não sou ninguém ... "


estes versos são  da música Samba em Prelúdio.


As rosas, os olhares, os desejos, as palavras, o perfume das rosas, as palavras desejadas que deletam do nosso sentido, o outro lado amigo do olhar, ainda que visto do outro lado da margem angular do deboche, todo esse clima, essa sedução de imaginação, é que faz construirmos o nosso lirismo musical.
A estação do tempo, a espera do par, os passos largos agitados, o observar à distancia, é essa coisa salutar do desvairo, que alimenta a beleza do imaginário e, acolhe o recomendável.

Certamente que as rimas da vida, as métricas de um coração, ou a lírica de um sonho, passa por uma  leve musica ou uma bela canção.

Afinal, nesse mar de contentamento, o "pier'  é o ancoradouro, quando a cabeça encontra-se com um juízo equilibrado e sensato.

Ouça a sua musica, cante ou cantarole a sua canção, e deguste o prazer de navegar com o seu imaginário


10 comentários:

jailson mendes disse...

José Maria,

Um bom texto para um começo de semana.

Um abraço


Jailson Mendes
Agência de São João Batista-MA

Sonhadora disse...

Meu querido amigo

Um texto muito belo que adorei ler.

Deixo um beijinho e agradeço o carinho que me deixa em cada visita.

Sonhadora

poesias maria do carmo disse...

E deixo minha alma flutuar ao visitar seu espaço.Amo tudo que vc escreve,tens um jeito muito especial de colocar as palavras,bom fim de semana,bjos.

Gi Zamai disse...

Belo texto, saudosista. Bom lembrar de coisas que marcam. Beijo grande, passa lá!

Crista disse...

.................
Certamente que as rimas da vida, as métricas de um coração, ou a lírica de um sonho, passa por uma leve musica ou uma bela canção.
.................
Zozezinho,Zozezão...meu GANDAIÃO...
que coisa mais linda!!!!
Só não é mais linda porque já é linda demais!
Tu és estupendo!!!!
Beijãojão(beijo estúpidamente carregado de ternura)...pô...já ia me esquecendo...DEMORAAAAAADO também...ksksksksksksks...

Borboletas no Estômago disse...

BOM FINAL DE SEMANA!

Margarida disse...

Nestas mediocridades dos tolos chamados de infanto, que a sossiedade planta ódio para colher
morte.
Neste vasto poderio de fogo largado em mão perverssas, sem medida tomam conta da sorte dos gentis.
E assim vão-se as pernas saudável e, ficam o infurtunio maldito no convivio sófrego e látimavel em nosso meio.
E o pior!! É que o mundo não acaba
nunca mais!
muitos beijos amigo e parabens pelos textos
Hynes M. Oliveira

Margarida disse...

Neste vasto podre onde isala o credo deste mundo incredo, longe da verdade invadem a ordem e respeito do proximo.
Neste mundo armado de crueldade onde andar livre é proibido e viver
é sinonimo de morte invadido por infortunados atordoados má sorte,
investe arrematando os diferentes assumindo os espaços que seriam meus, e seus.
Quero viver apenas!!! Cadê nosso mundo! se tornou cratéta de esconderijo tal que os bons não podem sair de casa.

beijo amigo e parabens pelos textos tão bem elaborados, pela visita em meu blog
Hynes M.Oliveira

Maria disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
raybanoutlet001 disse...

coach outlet online
omega watches sale
toms shoes
ugg boots
polo ralph lauren
coach outlet
michael kors uk
michael kors outlet
cheap ugg boots
polo ralph lauren