Seguidores

Translate

terça-feira, 26 de abril de 2011

VIOLETAS VELHAS, SEM COLIBRI


Em todas as escolas, as quais estudei, quando da minha juventude, havia o chamado Inspetor Escolar.
Essas pessoas, eram respeitas e admiradas. Todos os estudantes os obedeciam, Durante, aquele período em que ingenuamente chamávamos de " recreio", hoje diz-se intervalos, eles eram os nossos verdadeiros guarda costas. O Colégio Arariense, na Cidade de Arari, no Estado do Maranhão, foi o mais organizado, o mais rígido, o mais dinâmico, no qual estudei. Era Colégio de Padres, na época.  Naquele tempo a menor nota que o aluno deveria obter era 8.5, isso significa que em oito meses de estudo, ao final, o cidadão, teria que arrumar 68 pontos em cada matéria, senão ao fim do ano, estaria reprovado. Naquele tempo não havia a desgraçada e enfadonha APROVAÇÃO CONTINUADA, que manda pra frente que não sabe nem ler e muito menos escrever. Uma Escola avançadissima, para os padrões dos anos 70. Havia de tudo lá. Inclusive segurança aos alunos.


Estudar no Colégio Arariense, era sinônimo de qualificação estudantil. Nos anos 60 e 70, o Colégio Arariense, estava para o Estado do Maranhão, assim como estam hoje, o " Vértice", o " Sion", para o Estado de São Paulo, ou o Dom Pedro II, para o Estado do Rio de Janeiro.


Escrevo assim por que nos tempos de hoje, as escolas no Brasil, transformaram-se em praças de guerrilhas, pancadarias, onde aluno agride professor, professor apanha de pai de aluno, a governadora do Maranhão, hoje trata professor, pior do que os caminhoneiros tratam as prostitutas na beira das estradas, os livros escolares, são transformados em folhetos pornográficos, enfim, a Educação no Brasil, é uma carga desajeitada, para governos que vem, e vão-se.


A violência invadiu as Escolas. Valoriza-se mais o mosquitinho da dengue, do que qualquer professor. A juventude está fugindo tanto do curso de Pedagogia, quanto do de Letras. As portas das escolas publicas, é semelhante a um boteco de beira de cais, onde por ela passa cocaína, maconha, crack, prostituição infantil até...até o diabo envelopado
Com o quadro que conhecemos, precisamos ou não, da Policia Militar, às portas das escolas publicas ? E por que o dorminhoco, o omisso do ESTADO , não os coloca? Simples, meu amado, os seus filhos, e apaniguados, não estudam em escolas publicas. Sabe-se, que  quem estuda ali, é a patuleia.


Sei que é horripilante, colocar a PM, para vigiar, as Escolas. Mas, qual outra alternativa teremos ? Os ricos, os bastardos, os privilegiados deste País, estam protegidos, trancafiados, vigiados, até as meias, onde nem sequer um mosquitos ressoa em seus ouvidos.


Recentemente um desequilibrado, invadiu uma escola na Cidade do Rio de Janeiro, em um massacre nunca visto antes, em terras brasileiras. Assassinou 12 inocentes crianças, feriu outras tantas e colocou de joelhos o País inteiro. Que até agora nada fez, a não ser esconder-se atrás do acovardado choro demagogico. Então, os políticos levantaram -se todos. Querem o desarmamento. Não podemos esquecer que não muito distante do tempo houve um reverendo, para dizermos, se queríamos um País, armado ou não. Essa patota, muitos deles disseram sim, agora vêem todos com demagogia, inclusive o presidente do Senado Federal, José Sarney, que deveria antes, desarmar o  Estado do Maranhão, da miséria, da calhordice, e das necessidades mil, que a sua família expõe, aquela terra admirável.


Uma cambada de demagogos, como diz uma amigo meu.
E assim, apresentam a Educação Nacional. Mas, tenhamos esperança, que esse quadro inverta-se, afinal o futuro de uma Nação, passa pela Educação, ou não ?



8 comentários:

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Amigo José Maria Costa. Também não gosto do sistema atual de ensino, onde todo mundo "passa", mesmo escrevendo tudo errado e sabendo nada. Que profissionais estaremos formando? Somos de um tempo em que havia maior integração pais,aluno, escola, com valorização aos professores e mais rigor aos alunos. o assunto é extenso, mas especialmente sobre bullyng tenho duas opiniões. 1) É um assunto pra ser tratado por todos. Enquanto pais educam seus filhos para respeitarem os coleguinhas e professores, estes com direção da escola tratam de coibir essa prática, logo ao perceberem. 2) Meninos de hoje, não sei se por informação eletrônica, e fácil demais( no nosso tempo íamos às bibliotecas fazer pesquisas), parecem mais bobos e masi frágeis que meninos de nosso tempo. Não são preparados para lidar com essas bobagens, pois bullyng existe há muito tempo. Só falta preparo em casa para adversidades. Sobre tragédia do RJ, Só não foi pior porque o cara portava só revólver, imagine se fosse metralhadora como é nos EUA. Um abraço

Jão disse...

Passa sim pela educação, que sim está de mal a pior. Tem-se que pagar caro para ter uma educação de qualidade e ter uma chance de conseguir um futuro mais seguro.


Abraços!

Malu disse...

Meu amigo, sempre a postar com contundência!
Também discordo do rumo comportamental que as escolas e as instituições educacionais tomaram.
Bravo!
Abraços

Antonio disse...

Amigo José Maria: o pior é que seu ótimo texto não será lido por quem realmente decide. Mas os culpados para as coisas estarem assim, somos nós, imobilizados,inertes. Nem imagino como será o futuro dos nossos filhos e netos. Só nos resta rezar por eles. Abraços

Sérgio, Beija-flor-poeta disse...

poeta nasce, é cuspido, rasgado, ... jogado pra fora das entranhas: poeta, eita poeta. Amei muito o seu blog, meu amigo, divulguei no face,... abracos e felicidades mil

sergio, beija-flor-poeta

Sérgio, Beija-flor-poeta disse...

eu, quando jovem, participava de um grupo de teatro oriundo de Coroatá, várias vezes íamos apresentar teatro em Ararí,... é muito bom encontrar amigos pelo mundo todo,...

Abracos, diveulguei o teu blog no face,...

sérgio, beija-flor-poeta

*MARCIA E CARLOS* E LINDAS MENSAGENS disse...

ei boa tarde amigo vim lhe avisar que tem selinho de 180 seguidores para vc no meu cantinho afinal vc parte dessa conquista bjos marcia e carlos

luciane disse...

Gostei do texto. Muito verdadeiro. É tudo o que eu queria dizer e faltaram as palavras. Parabéns pelo seu blog.