Seguidores

Translate

segunda-feira, 4 de abril de 2011

ADRIANO " versus " JAIR BOLSONARO


Nos últimos dias parte da imprensa ( escrita, falada, televisada ), aquela que bisbilhota a vida particular das pessoas, tem destilado, todos os adjetivos possíveis desqualificativos, contra o comportamento do jogador de futebol profissional  Adriano ( ex- Flamengo do Rio de Janeiro, ex- Parma, Inter de Milão e Roma, os três últimos da Itália).

Berra a Imprensa em toda a sua semântica. " Adriano é um doido, é desequilibrado, é dependente químico, é um bebum, gosta ou adora uma " breja", e insinua, até que o rapaz tenha uma ligação estreita com traficantes carioca, enfim, dizem e escreve o diabo sobre o moço.

Ora, entendo eu, que essa figura humana, é mais um daqueles jovens cariocas ou fluminenses, em sua minoria é claro,, um ex-favelado, que via um Clube de Futebol popular ( CRFlamengo ), enriqueceu muito cedo, encontrou a fama cedíssima e despreparado "educa-psicologicamente", sem uma formação escolar adequada, rodeados de amigos oportunistas e parasitas, com uma base familiar à desejar, apenas protegendo-se com os lamentos em Deus e no cotidiano. Nessa gangorra do endeusamento, encontrou-se com anoite, as baladas, os sonhos e o mundo do consumo. Nele deparou-se com as vaidades, as quimeras oportunas, as "quengas", e daí para o besteirol, foi um passo de margia.

Eis que surge a pergunta:
A quem Adriano, prejudica, se todos os seus ex companheiros de trabalho desse moço, diz que ele é boa gente, os quais chamam de parceiros.
Não sei se por vingança ou por um comportamento menor, ainda assim, a Imprensa, lhe baixa o porrete verbal, sem dó e nem piedade.

Do outro lado da margem do rio, na primeira via da barreiras com galhos embandeirados de falácia, eis que surge um cidadão, blindado pelos votos do povo do Rio de janeiro, a destilar intolerância contra Negros, e Homossexuais. Estou escrevendo, desta pessoa que não saiu do repudio das pessoas, neste ultimo final de semana, o Capitão e Deputado Federal Jair Bolsonaro.

totalmente diferente do mundo encantado e de quimeras mil do jogador de futebol Adriano, Jair Bolsonaro, frequentou Escolas admiráveis e Militares, não morou nem no morro e nem em favelas, e se por acaso algum dia fora visto nos lugares citados, certamente é por que estava pedindo votos. Sim, dos mesmos negros pobres, famintos, maltrapilhos, desdentados os quais ele " taxou" de promíscuos e outras " cositas más "
O Adriano, terá sempre a vigilância da imprensa sádica e sensacionalista aos seus calcanhares, ou aos seus olhares. Com o Capitão e Deputado Federal Jair Bolsonaro, certamente não lhe acontecerá nada. Este, continuará a verborragia intolerante contra as minorias ou todos aqueles macunaíma. A única punição que deverá receber o deputado, deve ser uma taça de champanhe dos seus pares no Congresso nacional, e se por acaso esta ser de algum,a marca nacional correrá o risco de receber uma coturnada.

Não sei se o Deputado é um falastrão, se é homofóbico, se é preconceituoso. Mas, entendo que o Brasil, não pode mais deitar-se em berço expledido coma a Intolerância, assim como faz os jovens em sua adolescencia para fazerem saliência

A imprensa denucista, precisa usar a mesma régua, quando fala ou escreve das pessoas, sem antes " espiar" a origem, e nunca esquecer os centímetros por que ainda os coturnos lhes lambem as tintas.
Intolerância, no Brasil, precisa ser punida exemplarmente, ainda que seja praticada, por aqueles que se julgam a cima da CONSTITIÇÃO FEDERAL.

Oremos.



11 comentários:

Malu disse...

Pois bem meu amigo, enquanto voltam-se os repórteres para a vida alheia, para as manchetes pessoais, o mundo caminha, com ou sem as atitudes de Adriano.
Boa pergunta - a quem Adriano prejudica?
Talvez, digo talvez, a ele mesmo... pois se ele não se sentir prejudicado, nem a ele esta fazendo mal.
Abraços

Daniel Savio disse...

Concordo que a midia está sensacionalista demais, mas no caso do Adriano, como pessoa pública ele acaba sendo o exemplo para a população...

Mas este forma exemplar deveria ser para todas as pessoas publicas.

Fique com Deus, menino Jose Maria.
Um abraço.

Wanderley Elian Lima disse...

Aplausos, aplausos, aplausos. A imprensa no Brasil usa dois pesos e duas medidas. Políticos são imunes à justiça e às críticas.
Abração

Jão disse...

Eu só fico me perguntando como ele consegue ser eleito?

Estou começando a acreditar na maxima de que o Brasileiro tem o político que merece.



Abraços!

Antonio José Rodrigues disse...

Texto, José, crítico e equilibrado. Abraços

ManDrag disse...

O povo tem os políticos que merece, pois numa democracia é o povo quem os elege.

Abraços

Blog do Marcelo Lira disse...

Adriano e Bolsonaro tem origens socias completamente opostas, mas creio que ambos tem comportamentos que devem ser repudiados por quem almeja uma sociedade melhor para seus filhos e netos.
No meu humilde entendimento a origem simples de Adriano não justifica suas atitudes, da mesma forma que a de Bolsonaro deveria ter-lhe fornecido as bases para ser um homem público melhor, e a imprensa quer lucro e não se importa se ele virá através de atitudes éticas ou não.
Excelente texto!!!

Dogão!! disse...

É muito fácil estar num grupo de amigos e dizer: ‘eu não tenho nada contra, é normal’, mas vai ver dois bigodudos se enroscando pra ver o asco que da.
http://expectativazero.blogspot.com/

incognitus disse...

Creio que o caso Bolsonaro foi muito longe alem do que poderia se esperar, e militar e a esquerdalha barulhenta e ORGANIZADA vai se assenhorando deste pais.
Pobre dos homens de bem os honrados estes terao muito a lamentar pela sua inercia, desorganização, falta de comando e projeto politico, isto os esquerdopatas tem; a escravidão vermelha nos fara sentir saudades da senzala sem a termos conhecido.
Na historia da humanidade sempre houve as discriminações odeio fogueiras pois que me lembram minha perca parcial da identidade o judeu foi durante um bom tempo o bode expiatorio e bom grado mau grado os mesmos que acenderam as malditas fogueiras da inquisição incentivaram a escravidão.
Os jesuitas no brasil.......
Agora a igreja vermelha a CNBB nada falou sobre mensalão e outras roubalheiras

Cláudia Gonçalves disse...

Muito pior que o Adriano, sao os politicos corruptos e mentirosos que nos enganam nas eleicoes. Sao as milicias que comandam o trafico.
Sao as pessoas mas que estao em todo lugar no mundo. Esses sim nos fazem mal e nos ficamos so observando... credo!

PRES. MÉDICI NOTÍCIAS disse...

Parabéns, e muito sucesssooooooooo