Seguidores

Translate

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

A MATANÇA DAS MULHERES



Talvez, quando estiveres lendo este texto, a iraniana Sakineh Mohammadi Ashtiani, já tenha sido executada, no Irã. Um gesto avassalador, sobre os direitos humanos.

A comunidade internacional pede, clama, berra, esperneia, mas tudo indica que lamentavelmente o destino da mulher, é mesmo o enforcamento..
Nada, nenhum gesto justifica assassinar as pessoas, por que o DOM da VIDA, pertence único e exclusivamente a DEUS. Mas, esse tipo de escárnio

sanguinário, é algo que não está apenas nas digitais iranianas. O USA, uma das maiores potencias mundiais, também tem apetite por sangue humano, traduzido em: enjeições letais,cadeiras eletricas, e tantas outras atrocidades que atormenta a humanidade.
E não podemos esquecermos que no Brasil, a matança faz-se de maneira "a la guerrilha civil", escorado na impunidade dos que podem mais, que zombam e zombeteiam da cara das pessoas de bem. Vejamos o caso da modelo Elisa Samudio.

 Jovem, bela, sonhadora. Aventurou-se em um caso  amoroso, com um jogador de futebol profissional, de um clube famoso.

Fora espancada. Antes, correu aos pés da justiça suplicando-lhe proteção e acolhimento.Meses depois, fora sequestrada,morta, esquarteja, e partes do corpo, atirada aos cães,

segundo depoimento de um "de menor" participante" desse "teatro de horrores" ( até neste momento em que escreveo este texto, os restos da modelo, ainda não havia sido encontrado, o caso aconteceu em Agosto.)
Vejamos o caso da advogada Mércia Nakagima.

Morta  pelo suposto namorado,foi atirada junto com o carro dentro de uma represa.Levara um tiro no queixo, e fora atirada ainda viva na represa. E o namorado, zomba da lei, bate na mesa do

delegado, e diz que só fala em juízo, faz arguição, em vez de ser ele o arguido, e parece que tudo desliza-se por um caminho em flores. Vejamos o caso da Sandra Gomide, morta covardemente pelo Sr Pimenta Neves,

 na época diretor de um dos maiores jornais do País ( O Estado de São Paulo ), atirou covardemente na moça pelas costas, em um haras, motivo: a Sandra Gomide,

 20 e poucos anos, mais jovem que ele, entendia que não mais queria namorá-lo. Pagou com a vida, por dizer não ao "affair". Réu confesso, está solto, lépido e saltitante,nunca fora a julgamento, as garras da Lei, não o alcança, afinal não é, e nunca fora nenhum " ladrão de galinhas".
No Brasil, a Lei Maria da Penha, precisa dizer a que veio. A mulher, quando agredida precisa encontrar

todos os respaldo possiveís para denunciar o agressor, e não ser constrangida, por que isso só corrobora para a impunidade. Os inqueritos

policiais, desde o seu nascedouro, deveriam serem acompanhados por Promotores Públicos, a não ser assim, todos os acusados à frente do Juiz, alega tortura, e tudo caem por terra como as sementes das rosas perfumadas.

 Precisamos agir rápido, senão as nossas filhas serão dilaceradas em vias publicas, e haverá aqueles que imaginarão, tratar-se de poesia

.............escreveu   José Maria Souza Costa  

28 comentários:

Antonielson Sousa disse...

É uma triste realidade que ainda convivemos... e parece que isso ainda persistirá por um bom tempo.

Antonielson Sousa

http://vozesliterarias.blogspot.com/

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

simplesmente não consigo entender porque de tudo isso... porque tamanha violência contra a mulher, o ser humano.
é algo que entristece, muito...
e só podemos registrar nossa indignação, sem grandes possibilidades de algo a mais...

isso é mto triste.

Bruno Eduardo disse...

Falta é respeito do ser humano com a sua propria especie... ou você já viu gato matando gato, vaca matando vaca e cavalo matando cavalo??? As mulheres estão com uma soberba, ainda mais agora que uma mulher vai governar o país, mas isso não é motivo. Mulher tem que ser respeitada.

Vidas Especiais disse...

Muito obrigada pela sua opinião e esperamos que continue a seguir-nos tal como nós.
Um beijo, "Vidas Especiais".

Anônimo disse...

A pena de morte é algo excecravel, porém ela só poderia ser aplicada em caso de ladrões dos cofres públicos, se houvesse pena de morte pra quem rouba aqui no Brasil as coisas mudariam de figura, especialmente os bandidos que estão no poder...

moonlight disse...

Fiquei bastante impressionada com o texto e concordo com o que foi dito num destes comentários. O que falta é respeito do ser humano pela sua própria espécie! Tão simples e no entanto...

Isa disse...

Triste realidade aí e cá!
E esses criminosos ficam,muitas vezes, impunes!
O seu texto tocou-me muito!
Beijo.
isa.

Cordão de Teatro disse...

Nossa, estou profundamente triste com isso, esse post que vc fez é tão pertinente e de fato encomoda. São tantas vítimas, tão mulheres a mercer, sem defesa, sem lei, sem nada que de fato as proteja e os culpados soltos. Odio a isso.

De tudo um pouco disse...

José Maria


Sim...também temos nossas vítimas...mas o que me revolta é o motivo...e tendo ainda a "benção" do governo...isso é que não pode...seres humanos maus temos em todos os cantos..mas a permissão do governo é velada..e nem sempre em nome de Deus...

beijocas

Loisane

Catarina Martins disse...

Obrigada desde já pelo comentário... realmente é tudo muito triste, não percebo como é que ainda hoje, com tanto avanço e progressos, conseguem tratar assim um ser humano! Mas temos esperança que um dia nada disto aconteça!

poesias maria do carmo disse...

triste realidade,isto aconteçe todos os dias.Matam e fica por isto mesmo,grande abraço meu amigo.

Mom disse...

Olá José Maria,
obrigada pelo gentil comentário.
Embora meio sem tempo para uma visita mais longa, não poderia deixar de não vir, pelo menos para uma visitinha.
Sucesso!

Hilário Ferreira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Malu disse...

Triste e revoltante realidade.

Ana Rita disse...

Não sei como existem pessoas capazes de cometer tal crueldade .

Lima Junior disse...

Prezado José Maria,

Envio um texto de minha lavra que retrata a discriminação e o preconceito junto ao universo feminino. O título é: "A Mulher e o Mal". Gostaria se possível que seus seguidores tivessem o prazer desta leitura.

Desde a Antiguidade atribui-se às mulheres adjetivos depreciativos (pérfidas, perversas, maldosas, desleal, falsa, traiçoeira, infiel, maliciosas, ambiciosas, diabólicas etc) tudo em nome da dominação e da hegemonia masculina. Assim, é que se construiram preconceitos e discriminação em torno da imagem feminina.


Assim, "(...) no mundo Judaico-Cristão principalmente, as mulheres representam a tentação, o lado sombrio e negativo do ser humano, eram como verdadeiras pedras de tropeço no caminho" (A Mulher e o Mal: A Anima Negativa, o mito de Lilith e a Santa Inquisição - José Eliézer Mikosz). Por isso, ao longo dos séculos, alguns preconceitos históricos do homem diante da mulher se constituiram como parte do discurso dominante.


Na mitologa grega, Zeus cria a mulher (Pandora) para ser um mal para os homens. Desse modo, nas cosmogonias feminas, Pandora e Eva são criadas por determinações divina. Portanto, ambas são responsáveis pela perda do "paraíso terrestre" (sobre a mitologia grega ver as obras de Junito de Souza Brandão).


A associação entre a mulher e o diabo é antiga no Ocidente. "Tem raízes nos discursos médico, jurídico e literário do mundo greco-romano, nos textos religiosos e míticos de matriz judaico-cristã, e marcou a história das relações de gênero desde a Antiguidade até o século XX", observa Georgina Silva dos Santos/UFF (Revista de História da Biblioteca Nacional, Ano 5, Nº 56, Maio/2010).


A crença da inclinação da mulher para o mal é antiga, assim com é parceira em atividades com o demônio (Pé-Preto; Sete Voltas; Rabudo; Cramulhão; Tisnado; Cão; Satanás; Satã; Arrenegado etc). No livro do Gênesis, o encontro entre Eva (vista como introdutora do pecado, isto é, do mal, é responsável pela condenação dos homens) e a serpente (o demônio) ilustra esta relação, onde o gênero feminino pactua com o diabo.


Ao longo do tempo, sacerdotes, padres, monges, frades e teólogos medievais, converteram a mulher em um ser pernicioso, maudoso, nocivo, ruinoso, exemplo de traição, maldade e do perigo. Santo Agostinho, afirmara que "a mulher é a janela do diabo". A partir do discurso ideológico-religioso é que foi construída a imagem da mulher submissa.


Havia um imaginário frenético de que a mulher era a expressão do mal, que de "parceira consciente do diabo", é possuidora de um "arsenal de malefícios". Acusadas de bruxaria e feitiçaria, as mulheres, sempre, foram associadas ao pecado, pela imagem macabra de sacrificar crianças em honra ao diabo, além de "demonizar e desciminar práticas mágicas".


Foi na Idade Média, que a mulher foi convertida em bruxa (exemplo disto foi Joana d'Arc /1412-1431, que foi queimada viva pela Igreja) por teólogos e eruditos. Era rotulada de agente do demônio.


No mundo de hoje, o diabo e seus seguidores ocupam lugar no cenário principal do imaginário coletivo. Assim, parece-me que tudo que está ligado ao universo feminino, torna-se averso, o que faz com que a mulher seja expurgada, alheia, abjeta do mundo masculino.


Com isso, o discurso masculino que exclui e discrimina põe a mulher como um ser indigno, desprezível, ignóbil, vil, isto é, que causa vergonha, infâmia, injúria, desonra, mancha infamante e incompetente. Deste modo, o que se percebe é que há uma misoginia, ou seja, ódio, desprezo ao gênero feminino.



Por José Lima Dias Júnior.

Sou professor de História na rede municipal de ensino na cidade de Mossoró-RN, onde leciono na E.M.Genildo Miranda. Tenho um informativo (amantesdeclio.blogspot.com) que é dirigido aos meus alunos e interessados pela história.

Luísa N. disse...

Somente assim, abrindo a boca no trombone, chegaremos a uma justiça melhor. Infelizmente essa triste realidade está em todos os lugares. Até quando?

PRES. MÉDICI NOTÍCIAS disse...

Tudo muito triste, mais triste ainda quando vemos por parte da justiça dois pesos e duas medidas para o mesmo tipo de crime! Eu não entendo mesmo o porque!

São Miguel News disse...

Boa noite.
Obrigado pela visita ao São Miguel News. Já estou seguindo o seu blog e já add o link aos nossos favoritos. Abraço.

Amanda Arrais disse...

Achei interessantíssimo o assunto. A matança de mulheres é realmente um fato que merece destaque a atenção. O primeiro caso, do Irã, me lembrou uma série de outros casos que li há uns meses atrás e me pergunto até quando esse tipo de ação ocorrerá sem punimento.
Bom texto.

=*

Doroni Hilgenberg disse...

A violação dos direitos humanos é um crime que deveria ser punido com mais rigor. Assim como caminha a justiça, não adianta a Lei Maria da Penha,( uma letra morta) porque mulheres e crianças sempre serão vitimas de um sistema covarde e sem escrupulos, que beneficia o algoz em detrimento a vitima. Um abssurdo!!!
E olha que eu já fui sequestrada, e para que não fisessem nada a minha filha, retirei todas as minhas economias e entreguei para os golpistas. Graças à Deus não nos machucaram, a não ser o trauma de ficar por 4 horas nas mãos de malfeitores que destroem a gente psicologicamente. Apesar de fazer um BO, preferi não continuar com as investigações, pois todo o sistema está corrompido e eu tive medo, muito medo. Bjs

Luis Gomes disse...

Olá José, andei aqui visitando o site. Parabéns pelo blog. Abraço, Luis

José Lima Dias Júnior disse...

Olá José Maria,

A Mulher e o Mal

Desde a Antiguidade atribui-se às mulheres adjetivos depreciativos (pérfidas, perversas, maldosas, desleal, falsa, traiçoeira, infiel, maliciosas, ambiciosas, diabólicas etc) tudo em nome da dominação e da hegemonia masculina. Assim, é que se construiram preconceitos e discriminação em torno da imagem feminina.

Assim, "(...) no mundo Judaico-Cristão principalmente, as mulheres representam a tentação, o lado sombrio e negativo do ser humano, eram como verdadeiras pedras de tropeço no caminho" (A Mulher e o Mal: A Anima Negativa, o mito de Lilith e a Santa Inquisição - José Eliézer Mikosz). Por isso, ao longo dos séculos, alguns preconceitos históricos do homem diante da mulher se constituiram como parte do discurso dominante.

Na mitologa grega, Zeus cria a mulher (Pandora) para ser um mal para os homens. Desse modo, nas cosmogonias feminas, Pandora e Eva são criadas por determinações divina. Portanto, ambas são responsáveis pela perda do "paraíso terrestre" (sobre a mitologia grega ver as obras de Junito de Souza Brandão).

A associação entre a mulher e o diabo é antiga no Ocidente. "Tem raízes nos discursos médico, jurídico e literário do mundo greco-romano, nos textos religiosos e míticos de matriz judaico-cristã, e marcou a história das relações de gênero desde a Antiguidade até o século XX", observa Georgina Silva dos Santos/UFF (Revista de História da Biblioteca Nacional, Ano 5, Nº 56, Maio/2010).

A crença da inclinação da mulher para o mal é antiga, assim com é parceira em atividades com o demônio (Pé-Preto; Sete Voltas; Rabudo; Cramulhão; Tisnado; Cão; Satanás; Satã; Arrenegado etc). No livro do Gênesis, o encontro entre Eva (vista como introdutora do pecado, isto é, do mal, é responsável pela condenação dos homens) e a serpente (o demônio) ilustra esta relação, onde o gênero feminino pactua com o diabo.

Ao longo do tempo, sacerdotes, padres, monges, frades e teólogos medievais, converteram a mulher em um ser pernicioso, maudoso, nocivo, ruinoso, exemplo de traição, maldade e do perigo. Santo Agostinho, afirmara que "a mulher é a janela do diabo". A partir do discurso ideológico-religioso é que foi construída a imagem da mulher submissa.

Havia um imaginário frenético de que a mulher era a expressão do mal, que de "parceira consciente do diabo", é possuidora de um "arsenal de malefícios". Acusadas de bruxaria e feitiçaria, as mulheres, sempre, foram associadas ao pecado, pela imagem macabra de sacrificar crianças em honra ao diabo, além de "demonizar e desciminar práticas mágicas".

Foi na Idade Média, que a mulher foi convertida em bruxa (exemplo disto foi Joana d'Arc /1412-1431, que foi queimada viva pela Igreja) por teólogos e eruditos. Era rotulada de agente do demônio.

No mundo de hoje, o diabo e seus seguidores ocupam lugar no cenário principal do imaginário coletivo. Assim, parece-me que tudo que está ligado ao universo feminino, torna-se averso, o que faz com que a mulher seja expurgada, alheia, abjeta do mundo masculino.

Com isso, o discurso masculino que exclui e discrimina põe a mulher como um ser indigno, desprezível, ignóbil, vil, isto é, que causa vergonha, infâmia, injúria, desonra, mancha infamante e incompetente. Deste modo, o que se percebe é que há uma misoginia, ou seja, ódio, desprezo ao gênero feminino.


Prof. José Lima Dias Júnior
e-mail:limajunior68@hotmail.com
amantesdeclio.blogspot.com

Avelina Martinez Gallego disse...

Retribui a visita que voce fez ao meu blog
http://brasilmobilizado.blogspot.com
Voce se divertiu muito com as histórias da nossa militância política.
Eu fiquei muito triste com o que li em seu blog, triste e surpresa com algumas afirmativas carregadas de preconceitos.
Quem é, ou foi um dia, vítima de preconceito por ser negro, nordestino,mulher, evangélico, homossexual ou pertencente a qq. outro grupo alvo de preconceito, mais do que ninguém deveria empunhar a bandeira de defesa da tolerância.
Obrigada por visitar o meu blog.

Anônimo disse...

hi, new to the site, thanks.

Qing Cai disse...

designer handbags, http://www.designerhandbags.us.com/
michael kors factory outlet, http://www.michaelkorsfactoryoutletonline.com/
adidas wings, http://www.adidaswings.net/
nfl jerseys wholesale, http://www.nfljerseys-wholesale.us.com/
oakley sunglasses, http://www.oakley.in.net/
ray ban sunglasses, http://www.ray-bansunglassess.in.net/
lebron james shoes, http://www.lebronjamesshoes.in.net/
michael kors outlet, http://www.michaelkorsoutletonlinestores.us.com/
hollister, http://www.hollistercanada.com/
montblanc pens, http://www.montblanc-pens.com.co/
louis vuitton bags, http://www.louisvuittonbag.us.com/
nike free 5, http://www.nikefree5.us/
ralph lauren, http://www.poloralphlaurenoutlet.it/
prada outlet, http://www.pradaoutlet.us/
toms outlet, http://www.tomsoutlet-stores.com/
ray ban sunglasses, http://www.raybansunglass.us.com/
chanel outlet, http://www.chaneloutletstore.us.com/
nike mercurial, http://www.nikemercurial.org/
true religion jeans, http://www.truereligionjean.in.net/
christian louboutin uk, http://www.christianlouboutinoutlet.org.uk/
cheap oakley sunglasses, http://www.cheapoakleysunglassess.us.com/
christian louboutin online, http://www.christianlouboutinonline.us.com/
nike air max shoes, http://www.nikeairmaxshoess.co.uk/
ugg outlet, http://www.uggoutletstore.eu.com/
tiffany outlet, http://www.tiffany-outlet.us.com/
cai2015105

dong dong23 disse...

nike blazer sneakers
coach outlet store online clearances
ralph lauren outlet
coach outlet store online
michael kors outlet clearance
adidas outlet
adidas nmd white
nike outlet online
coach outlet
hermes outlet
2017.3.2chenlixiang

raybanoutlet001 disse...

dolphins jerseys
michael kors handbags outlet
oklahoma city thunder
nike blazer
michael kors handbags
the north face
hugo boss sale
ray ban sunglasses
new york knicks jersey
michael kors handbags online