Seguidores

Translate

domingo, 19 de setembro de 2010

JUNHO


JUNHO

"este poema eu compus em um avião da TAM em um guardanapo, que pedi à aeromoça, quando voavamos de São Paulo, para São Luís-MA, em 2003."           

Poema extraído do livro de poesias  ESSÊNCIA DAS COISAS

de: José Maria Souza Costa



Só por você,
Atravessei um País pelos ares,
Cortei estrelas
E naveguei olhares,
E quando quis
Pensei  em você.

Só por você,
Eu peço um guardanapo à aeromoça,
Vejo você  moreno tosco,
Rolando a vida como amor fosco.

Só por você,
A minha aura canta, todo dia
O ar aquece as manhãs sombrias,
E eu cochicho,
Ou passo a língua, ao pé do ouvido.

Só por você...quero o Sol
Só por você, eu quero o Mar
Só por você, eu pego um avião em pleno dia
E fujo pelo ar.


  • Amar no Sol, no Mar
    Amar no Sol, no Mar, no Ar.
    Só por você,
    A escuridão da noite cai mais lenta,
    O beijo selo, flui naturalmente
    E a boca confessa naturalmente.


  • Eu, você, nós dois...,
    Trancado num hotel
    Debaixo dos lençóis
    Destilando gozo e mel
    Sem respirar depois.