Seguidores

Translate

sábado, 4 de setembro de 2010

A CIDADE DE ARARI


Arari

Origem

A palavra Arari, no tupi-guarani, significa arara pequena e também dá nome a um município maranhense, distante 162 km de São Luís, localizado na região da Baixada Maranhense. Mesmo com a estrutura de uma pequena cidade do interior, Arari vem despontando no cenário econômico e cultural do Maranhão devido às suas festas, que, em cada ano, alcançam maior repercussão e atraem até pessoas de outros estados. Entre as mais conhecidas, estão a Festa de Nossa Senhora das Graças e o Festival da Melancia, que já fazem parte do roteiro de centenas de turistas que começam a descobrir o interior do Maranhão e suas peculiaridades.

O município foi fundado por um padre jesuíta português, chamado José da Cunha D'Eça, e a atividade econômica da região gira em torno da pesca, da melancia e da colheita de arroz. Por conta da grande produção de grãos, Arari já foi considerado o segundo maior produtor do Maranhão, tanto que um agrônomo da cidade desenvolveu um projeto pioneiro, em que se planta arroz a partir de uma muda e não da semente. A idéia deu tão certa que já foi levada até para a Alemanha e serve de referência para os demais municípios do Estado.


Distância

Para chegar a Arari, partindo de São Luís, o visitante não encontrará muitos problemas. Passando pela BR-135 e seguindo para a BR-222, o caminho é bastante tranqüilo sem problema de buracos. Ao longo da viagem, pode-se aproveitar para comprar diversas iguarias da região nas centenas de barracas instaladas ao longo da estrada, que vendem frutas, farinha e outros produtos.

Clima

O clima da cidade gira em torno de 30° a 40°. Apesar de ser uma cidade pequena, possui uma boa estrutura para receber visitantes com uma infinidade de atrativos naturais. O destaque vai para a Lagoa da Morte, um lugar agradável para se tomar um bom banho, que a comunidade local também usa como área de camping.

Point da Cidade

Arari é uma típica cidade do interior maranhense com 27 mil habitantes e que tem seu principal ponto de referência na igreja matriz, chamada Igreja Nossa Senhora das Graças. Banhada pelo rio Mearim, o principal point de diversão nos finais de semana são os bares instalados na beira do rio. Apesar de ser um atrativo a mais para a cidade, muitas pessoas vêem o local como um ponto negativo, devido a poluição sonora ocasionada pelos próprios visitantes, que colocam seus veículos ao lado dos bares com o som extremamente alto. Mesmo com esse problema, vale a pena passar por lá para bater um bom papo à beira do rio.

Atrativos Naturais

Uma das épocas em que a cidade recebe mais visitantes é no período da pororoca, fenômeno que acontece devido ao encontro da água doce do rio Mearim com a água salgada. Durante esse tempo, Arari fica lotada de turistas, principalmente de surfistas, para ver o fenômeno e surfar ondas de longa duração, que chegam a quatro metros de altura. Foi por conta disso que a cidade ganhou visibilidade nacional, sendo destaque em algumas edições do Globo Esporte, devido a uma etapa do campeonato de surf na pororoca e também na CNN. O melhor período para apreciar a pororoca é de julho a dezembro, quando o verão é mais intenso.

Infra-Estrutura

Mesmo com toda notoriedade que o fenômeno da pororoca dá para Arari, os moradores estão preocupados com a salinização do rio Mearim, que tem ocasionado longos períodos de falta de água na cidade. Hoje, Arari conta com uma infra-estrutura razoável para receber o turista visitante com diferentes opções de acomodações, em hotéis e pousado com preços bem atrativos.

Festas Religiosas

O tradicional festejo de Nossa Senhora das Graças, padroeira da cidade, é no dia 15 de agosto, data em que a comunidade apresenta o fervor religioso por preservar os hábitos de novenas e ladainhas, sem esquecer o famoso parque no largo da igreja. Há ainda a festa de Bom Jesus dos Aflitos, que acontece no dia 14 de setembro. São festas que valem a pena prestigiar.

Atrações Culturais

O festival da Melancia acontece, anualmente, de 20 a 30 de setembro, em uma praça toda preparada com barracas típicas decoradas, que comercializam o melhor das iguarias da região. O evento se caracteriza por ser tipicamente dos trabalhadores rurais do município, que passam o ano todo cuidando com muito zelo de suas plantações de melancia. Esse extremo cuidado, além de tornar as frutas mais apetitosas, tem um objetivo: um concurso que escolhe a maior e a mais pesada melancia. Ao final de cada noite, há a distribuição de melancia aos presentes.

Outro evento que vale destacar é a Festa da Juçara que, há cinco anos, é realizada no povoado de Moitas, no período de 17 a 19 de setembro.


Culinária

Conhecida como o portal da Baixada Maranhense, por ser uma das primeiras cidades da região, Arari também realiza o Festival do Peixe e sua culinária não difere muito da presente no restante do Estado, com destaque ao peixe Jeju cheio e galinha caipira ao leite de coco.

Artesanato

Destaque para as redes e esteiras de palha: potes, alguidares, bacias de barro e coletes para vaqueiros, chapéus e chinelos de couro. Vale a pena conferir.
NOTA DO AUTOR DO BLOG:
...esqueceram de escrever que é a cidade do Estado do Maranhão, onde mais se encontra mulheres bonitas e inteligente, com todo o respeito que merece as demais.