Seguidores

Translate

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

CÃNCER - FAZ QUÉRCIA PARAR CORRIDA RUMO AO SENADO (SP)


06/09/2010 08h27 - Atualizado em 06/09/2010 10h03

Quércia se reúne com integrantes da campanha para avaliar candidatura

Candidato ao Senado anunciará desistência da campanha, segundo jornais.
Motivo seria câncer de próstata diagnosticado na última semana em SP.

Do G1, em Brasília

O presidente do PMDB paulista e candidato ao Senado por São Paulo, Orestes QuérciaO presidente do PMDB paulista e candidato ao
Senado por São Paulo, Orestes Quércia, durante
evento em setembro do ano passado (Foto: Sérgio
Neves / Agência Estado)

Membros da cúpula do PMDB em São Paulo se reúnem nesta segunda-feira (6) no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, para definir os rumos da candidatura do ex-governador Orestes Quércia (PMDB), que concorre a uma vaga no Senado pelo estado, de acordo com o vice-presidente do partido no estado, Jorge Luis Caruso.

Quércia teve diagnosticado um tumor de próstata que havia sido tratado há mais de 10 anos e está internado desde a última terça-feira (31). Jornais desta segunda publicaram a informação de que o candidato irá abandonar a campanha por causa da doença.

O vice-presidente do PMDB no estado, deputado estadual Jorge Caruso, no entanto, não confirmou a desistência na disputa, mas afirmou que se trata de uma "tendência". Segundo os jornais, se confirmada a saída, Quércia deve apoiar o outro candidato a senador da chapa "Unidos por São Paulo", Aloysio Nunes (PSDB). Com isso, o candidato tucano passaria a ter mais tempo de televisão.

Em troca do apoio de Quércia, de acordo com as informações preliminares, Aloysio Nunes substituiria um de seus suplentes pelo primeiro suplente de Quércia, o secretário-geral do PMDB paulista, Airton Sandoval.

Quércia e Netinho, do PC do B, estão tecnicamente empatados na segunda colocação na disputa pelo Senado por São Paulo, de acordo com pesquisa Ibope

Pesquisas
Na pesquisa Ibope divulgada no sábado (4), Quércia aparece na terceira colocação com 23% das  intenções de voto. Marta Suplicy (PT) está em primeiro com 36%, seguida por Netinho (PC do B), com 26%. Como a margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, Quércia e Netinho estão tecnicamente empatados.

O senador Romeu Tuma (PTB), que tenta a reeleição, tem 13% das intenções de voto e está tecnicamente empatado om Aloysio Nunes (PSDB), que aparece com 12%. Nas eleições deste ano, os eleitores escolherão dois candidatos ao Senado para cada estado.

Tratamento
Na última sexta-feira (3), a equipe médica que cuida do ex-governador informou que o tratamento já foi iniciado. "O paciente está clinicamente bem, disposto, alimenta-se normalmente e deverá receber alta hospitalar nos próximos dias."

No mesmo dia, em seu site de campanha, Quércia divulgou nota sobre o problema de saúde. Ele afirmou que inicialmente acreditou que o mal estar fosse reflexo da cirurgia que fez na coluna no começo do ano.

"Admito que não tomei os cuidados adequados, mas meus exames indicaram uma pequena reincidência do problema na próstata e o diagnóstico precoce já deu início ao tratamento, apresentando melhora significativa, o que me deixou bastante animado", escreveu.


Nenhum comentário: