Seguidores

Translate

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

JUSTIÇA DEFINE A SITUAÇÃO DOS MATADORES DA ELIZA SAMUDIO

Justiça define nesta semana situação dos envolvidos no caso Bruno
Rayder Bragon
Especial para o UOL Notícias
Em Belo Horizonte

* O goleiro Bruno aparece de cabelo raspado na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem (MG)

O goleiro Bruno aparece de cabelo raspado na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem (MG)

Após a Polícia Civil de Minas Gerais ter indiciado na última sexta-feira (30) o goleiro Bruno e mais oito pessoas sob acusação do assassinato de Eliza Samudio, ex-amante do jogador, a Justiça deverá definir a situação dos envolvidos no caso. Bruno Souza foi indiciado pelos crimes de homicídio, sequestro e cárcere privado, ocultação de cadáver, formação de quadrilha e corrupção de menores. Os demais suspeitos foram acusados pelos mesmos crimes.

Já o ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, apontado como quem estrangulou Eliza, foi indiciado por homicídio qualificado, formação de quadrilha e ocultação de cadáver. Com exceção de Fernanda Castro, amante do goleiro e também indiciada pela polícia, todos já estão cumprindo prisão temporária em Minas Gerais. Os suspeitos negam os crimes.

O Ministério Público tem até a próxima sexta-feira (6) para dar parecer sobre o inquérito de 1.600 páginas produzido pela polícia e devolvê-lo à juíza Marixa Fabiane, presidente do 1º Tribunal do Júri de Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte.

A juíza, por sua vez, vai analisar o pedido feito pelos delegados que cuidam do caso para transformar a prisão temporária dos indiciados em prisão preventiva. O prazo, segundo o Tribunal de Justiça de Minas Gerais, termina no próximo dia 7. Ela também vai apreciar o pedido de prisão preventiva feito contra Fernanda Castro.

Bruno, Luiz Henrique Romão (Macarrão) e o ex-policial Marcos Aparecido dos Santos (Bola) estão presos na penitenciária de segurança máxima Nelson Hungria, localizada em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte.

Além deles, Elenílson Vítor da Silva, caseiro do goleiro, e os amigos Flávio Caetano de Araújo e Wemerson Marques de Souza (Coxinha) estão detidos na unidade prisional.
Veja também:

* Mais fotos do caso
* Acompanhe a cronologia
* Quem são os envolvidos
* Vídeos do caso Bruno

A mulher do atleta, Dayanne de Souza, está no presídio Estevão Pinto, na capital mineira. Já Sérgio Rosa Sales, primo de Bruno e conhecido como “Camelo”, está no Ceresp (Centro de Remanejamento do Sistema Prisional) São Cristóvão, anexo ao Departamento de Investigações, em Belo Horizonte.

A assessoria do Tribunal de Justiça de Minas Gerais informou que o advogado Ércio Quaresma entrou com pedido de habeas corpus questionando a competência da comarca de Contagem para julgar o caso, se porventura o Ministério Público oferecer denúncia contra os acusados e a Justiça receber o pedido.

O advogado argumenta que o caso deve ser julgado em Vespasiano, município no qual está localizada a casa de Marcos Aparecido dos Santos, onde Eliza teria sido morta. Em resposta, o desembargador Hélcio Valentim, plantonista no último fim de semana, solicitou à juíza Marixa Fabiane que se posicione, em no máximo dez dias, sobre o fato. No entanto, negou a suspensão do procedimento e dos atos preparatórios para uma possível ação, pedido que constava do habeas corpus feito por Quaresma.

Adolescente internado

O juiz Elias Charbil Abdou Obeid, da Vara da Infância e Juventude de Contagem, deverá anunciar nesta semana a sentença para o adolescente J., primo de Bruno, que foi acusado pelo Ministério Público por sequestro e homicídio de Eliza.

Se for considerado culpado, ele deverá cumprir medida socioeducativa por prazo mínimo de seis meses. Ao final desse período, o processo é analisado e a medida pode ser extinta ou prorrogada por igual período por um prazo máximo de três anos.

J. está recluso desde o dia 13 do mês passado no Ceip (Centro de Internação Provisória) São Benedito, localizado no bairro Horto, região leste da capital mineira, onde o juiz determinou que ele ficasse pelo prazo de 45 dias.

Nenhum comentário: