Seguidores

Translate

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

CARTA ABERTA AO - E R I



Eri...
estamos aqui para firmar que:
Não compactuamos com nenhuma pessoa que queira calar os Blogueiros.
São ditadores, pessoas essas, que não sabem conviver com o contraditório, não tem argumentação para encobrir os seus erros, não ouve nenhuma outra pessoa, que não seja  seus apaniguados, que apenas aprendem a repetir: sim...sim...e sim. Essa afronta contra quem escreve de forma sucinta e independente, assusta esses gerentes da politica  rural, que não quer prestar contas do que faz com o Erário Público, entendendo que a coisa publica, seja apenas a ramificação do seu quintal. Os ditadores, os delatores que os acompanham, essa gente que tem uma qualificação menor, são aqueles que alimentam o seu ego e engorda a sua vaidade, com ameaças, com intimidação, como se no Brasil, ainda houvesse espaço para sanar divergências com o silêncio dos calabouços, ou com a tortura psicológica, ferramentas estas, endeusado por  hidrófobos mediano, que tem por analogia hereditária: bisbilhotar, patrulhar, intimidar, para que as suas responsabilidades não chegue  ao clarão do dia.
É comum, essa gente berrar, gritar, arrastar os mais humildes e sensatos aos corredores dos Tribunais, e acreditar que por trás dos seus Ternos bem cortados e suas Gravatas de cetim, estejam o direito de calar: os BLOGS, os JORNAIS, as REVISTAS, os TWITTERS, enfim tudo aquilo, que não esteja à serviço do seu "bel prazer"., com a finalidade de puxar o saco, bajular e abestiar-se, por que essa gente e a sua trupe, admira mesmo, são aqueles que são curvados pelo medo, pela covardia, pela ingnorância e pelo desconhecimento dos seus direitos. Essas vaselinas politicas, essas graxas partidárias, que parizenteiam os Cofres Públicos, entendem ser normal: não pagar professores, não ter saneamento básico na Cidade, não ter uma Politica Pública de Saúde, achar que é normal e Sagrado, que das 10(dez) piores Escolas Públicas no Brasil, 03 (três) estejam no Estado do Maranhão. Tudo isso é belo e maravilhoso, se calarmos. Mas calar, é compactuar com o desmando dessa gente, para não escrever outra coisa.
...estamos solidários, e a nossa grita, é a tradução verdadeira das vozes roucas que ecoa nas ruas deste País, que não aceita mais nem Patrulhante e muito menos Patrulhadores nas redações alheias, e não comunga com a espionagem ralé, que se abate sobre os maus espíritos, que se intitulam arauto do direito.
Essa gente precisa conviver com o Contraditório, senão a nossa Democracia estará diluindo-se.
Oremos todos.



--