Seguidores

Translate

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

AS MENTIRAS DE JOSÉ SERRA

Toda vez que aproxima-se os dias da eleição, o que observamos são aberrações e mais aberrações. São candidatos que mentem, mentem e mentem ou como diz os intelectuais, omite a verdade. O Serra esteve no Jornal Nacional.Em 12 minutos, contou algumas lorotas e outras inverdades. Uma delas, a que o DNA, do genérico é de sua autoria. Não é.Jamil Haddad,no governo Itamar Franco, é o seu criador. Um dia, este mesmo moço, dissera, que era o pai do Seguro Desemprego. Descobriu-se depois, que o mesmo,fora projetado por um deputado do Rio Grande do Sul. Daí em diante, este calou-se,não tocou mais no assunto de Seguro Desemprego, e nem o PSDB lhes fez mote de campanha com O tal. Quem mente? Por que menti? Para que se quer,um Presidente mentiroso? No Jornal da rede Globo de televisão, aconteceu aquilo que todos já sabiamos. Com a Dilma e a Marina, os apresentadores pareciam delegados de polícia, interrogando as candidatas.Com o Serra, o apresentador, chegou a pedir-lhes desculpas. Não pode-se mentir para as pessoas. Não pode-se enganar as pessoas,Não pode fingir uma coisa que não é,para beneficiar-se de outras.O Serra, parece um homem obsecado, para sentar na cadeira da Presidencia. Lembramos que ele, abandonou dois cargos de Executivos em São Paulo. Em um deixou o Gilberto Kassab(Prefeito),no outro Alberto Goldman(Governador). Isso não pode. Quando candidato a prefeito, fez uma carta, registrou em cartório, que não abandonaria o cargo.Abandonou. Mentiu.Então, o Serra é um mentiroso? Não sei, nem afirmo. Os fatos e os acontecimentos, falam por si. Não se pode é eleger um Presidente,que já começa mentindo. o José Serra, mentiu.