Seguidores

Translate

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

PRA DEBOCHAR DE VOCÊ

A calma, a alma, a dura vida que cala
que chora, que implora por bondade.
Pode ser a mesma que chora,implora
que sofre, mas luta com sinceridade.

Todas as rimas, as liras,as sinas
e todas as fitas de tiras, delira.
Quando te ver passar, a caminhar
na direção do que nunca mira.

São as rimas das divergências
os momentos de paciência
que construiu o amor,

Mas, as mesma sapiências
que fêz-se em evidências
furtou-lhes o som e o Sabor ?

Nenhum comentário: