Seguidores

Translate

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

METRÔ

E derepente todas as pessoas correm em direção ao Metrô, afinal é o meio de transportes mais disputado nesta nossa São Paulo, que amamos e que nos desafia a cada dia. Ali no interior do vagão agente observa pessoas de camisas vermelhas, outros de camisas azuis, homens e mulheres que empurram-se, outros que atrapalham-se e assim, nesse empurra empurra, as pessoas se esbarram, são homens que acoxam as mulheres e, nesse momento você percebe nos rostos femininos os desconforto, o constrangemento enfim, toda a saga de um povo que é tocado como se fosse gado.
Quando este veículo passa na estação Paraíso ( que de Paraíso só tem o nome),quando ele pára na estação Sé, as 18:00 horas, haja coragem para adentrar-se,e para a surpresa e alegria de todos, o condutor com aquela voz suave e elegante berra, " queiram por favor não ficar parado nas portas por que 70% dos atrasos são por que as pessoas ficam estacionados às portas".
Ora cara pálida, diria um amigo meu, se o trem está entupido, aonde é que agente vai estacionar ?
Seria bom que todos os usuarios do metrô, tivesse consciencia do constragimento e entupisse a Ouvidoria do Metrô com reclamação, por que é sabido, que o transporte em Sampa, é horrivel não por causa do usuário, mas sim, por causa da incompetência velada do poder público.
Você que é usuário do Metrô, não aceite esse acinte, escreva para a Ouvidoria e não aceite além dos Impostos, essa responsabilidade de ser culpado por o Metrô de São Paulo está saturado.

José Maria Souza Costa